Resultados 1 a 7 de 7
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992

    Portal IG é vendido para grupo português

    Priscila Fonseca

    O Portal IG foi vendido para o grupo Ongoing, dono de um jornal de economia e de um canal de informação em Portugal. A confirmação do negócio foi divulgada pelo próprio site na tarde desta quarta-feira, 18. O acordo foi assinado entre a Oi, que até então controlava o portal de notícias, e a holding da empresa portuguesa no Brasil.

    De acordo com a nota lançada, o grupo de Portugal comprou as áreas de conteúdo e de publicidade do IG. Além de ter a Portugal Telecom como uma de suas acionistas, a Ongoing possui, entre outros empreendimentos, ações minoritárias na Ejesa, empresa que é responsável pelos jornais O Dia, o Brasil Econômico, Marca Brasil e Meia Hora.

    Recentemente, o IG perdeu a quarta colocação no ranking dos portais brasileiros para o R7, da Rede Record, segundo dados do Ibope/Nielsen.

    Segue o comunicado oficial sobre a venda do IG:

    A Ongoing, por meio de sua holding brasileira, informa que assinou hoje um acordo para a compra do portal iG. Com isso, a Ongoing pretende alavancar ainda mais a história de sucesso do portal, um dos maiores do Brasil.

    Um dos principais acionistas da Portugal Telecom, a Ongoing é dona do maior jornal de economia e de um canal de informação econômica em Portugal. No Brasil, a empresa é acionista minoritária do grupo Ejesa, que edita os jornais Brasil Econômico, O Dia, Marca e Meia Hora.
    Portal IG

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Mais uma derrota para a Internet brasileira. Mais um veiculo "parrot press".

    O grupo OnGoing, oficialmente, é dono de 30% das ações da Ejesa,
    empresa que detém o controle dos quatro jornais brasileiros citados.

    O que a matéria do Comunique-se não conta é que as restantes 70% das
    ações da Ejesa, oficialmente ao menos, pertencem a uma brasileira nata,
    Maria Alexandra Vasconcellos, casada com o português Nuno Vasconcellos,
    que por "coincidência" é presidente do grupo OnGoing.

    A lei proíbe que veículos de comunicação sejam controlados por estrangeiros,
    mas como o OnGoing chegou ao Brasil pelas mãos de José Dirceu, parece que
    as restrições da lei brasileira foram devidamente contornadas. A questão
    chegou até a ser discutida em uma comissão da Câmara dos Deputados,
    mas ficou por isso mesmo.

    PS: Nos bastidores de Brasília, circula o rumor que José Dirceu é tratado como
    sócio — e alguns chegam a dizer “dono” — do jornal “Brasil Econômico”, do
    qual é colunista. Evanise Santos, namorada de JD, é diretora de marketing do
    jornal e da própria Ejesa.
    Última edição por 5ms; 19-04-2012 às 17:44.

  3. #3
    {topmember}
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    596
    Tá tudo em família !!!!

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Quanto custou o IG

    A venda do portal IG para o Grupo Ongoing na semana passada custou cerca de 100 milhões de reais.


    Por Lauro Jardim

  5. #5
    Quero ser Guru
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Posts
    40
    Será que isto vai afetar os serviços da moIP?
    Jordan Miguel

    BrasilHOSP - Hospedagem, Revenda, VPS e Cloud servers. (http://www.brasilhosp.com.br/)
    NetGerencia - Gerenciamento de Servidores. (http://www.netgerencia.com.br/)

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Localização
    /sc/rionegrinho
    Posts
    1,036
    Eis uma boa pergunta Jordan, mas acho difícil.
    Alexandre Silva Hostert

    Veezon
    Gerenciamento de Servidores


    http://veezon.com.br
    http://br.linkedin.com/in/alexandreveezon

  7. #7
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,036
    Citação Postado originalmente por Jordan Ver Post
    Será que isto vai afetar os serviços da moIP?
    A informação do iG é que a parte de conteúdo foi vendida, não a parte de serviços por assinatura ou pagos de alguma forma. Por exemplo, o iG Negócios não foi vendido (mas deve mudar de marca), então registro de domínio, hospedagem etc. continuará com a Oi. O MoIP me parece mais próximo de tudo que não foi vendido do que foi vendido.

    Mas em sendo um investimento e não algo sob controle da Oi, é o tipo de ativo sempre com mais chance de ser vendido... mas não para a Ongoing, que não tem esse tipo de vocação.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •