Resultados 1 a 2 de 2
  1. #1
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106

    Brasil fica no fim de lista que mede facilidade para iniciar negócios na Internet

    O Brasil ocupa a 18ª posição em uma lista que aponta quão fácil é para as empresas iniciarem seus negócios no ambiente virtual – o ranking com 23 países considera aqueles com potencial de aproveitamento econômico da Internet. O líder é Taiwan, nação que oferece melhores condições, enquanto Filipinas é a pior. As informações fazem parte de um relatório da BCG & McKinsey divulgado nesta quinta (3), durante evento anual do Google para a imprensa latino-americana em Santiago (Chile).

    O índice leva em conta a facilidade dos empreendedores em abrir um negócio no setor, conseguir financiamento e acessibilidade à Internet. Quatro países sul-americanos ocupam as dez últimas posições dos piores no ranking dos países chamados de "aspirantes".

    De um índice em que 100 seria o ideal e 0 o local mais difícil para um novo empreendimento na web, a Colômbia alcançou 31 pontos; Brasil, 29, Argentina, 21 e Venezuela, 13. Mesmo com histórias de empresas bem-sucedidas nesses países, o relatório aponta que ainda existe dificuldade devido a problemas de infraestrutura, além da falta de atendimento a exigências burocráticas, tanto na abertura do negócio como no pedido de financiamento.

    O estudo indica que essa dificuldade apresentada às empresas do ramo -- principalmente pequenas e médias -- em iniciar empreendimentos no ambiente virtual faz com que o Brasil e outros países latino-americanos tropecem ao aproveitar o potencial da Internet. Outro problema apontado no país é a falta de regulamentação na área de Telecomunicações.

    Fernando Rojas Mejia, coordenador do observatório regional de banda larga da BCG & McKinsey, afirma que a região está ainda muito atrasada em termos de conectividade e qualidade de serviço. "Estamos trabalhando com dez governos da região, em uma tentativa de baixar os custos e melhorar a qualidade da banda larga. Existe um uso ineficiente da banda larga e, fazendo algumas modificações nos pontos de intercâmbio, haveria uma melhora muito significativa", disse.

    Mejia refere-se a rotas ineficientes de dados; por vezes o tráfego entre dois países próximos na região tem de passar pelos Estados Unidos.

    A pesquisa indica ainda que mais da metade dos usuários de Internet no mundo (cerca de 1 bilhão de pessoas) está concentrada em países emergentes. Até 2016, a Internet deve movimentar no mundo cerca de US$ 4,2 trilhões. Nos países desenvolvidos, a contribuição da Internet para o PIB é de aproximadamente 3,4%; já nos países emergentes, esse número fica em apenas 1,9%. No Brasil, essa contribuição é de 1,4%.

    link: Brasil fica no fim de lista que mede facilidade para iniciar neg
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043
    Dificuldade para iniciar e manter negócios na Internet.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •