O serviço de armazenamento de arquivos na nuvem da Amazon, o S3, atingiu a marca de um trilhão de arquivos nesta semana. Criado em 2006, o serviço foi um dos pioneiros no setor e prova que é possível alcançar escalas astronômicas em armazenamento online.

Os números impressionam. A quantidade de arquivos se dividida pela população da Terra, daria 142 objetos para cada pessoa. Ou 3.3 arquivos para cada estrela na nossa galáxia. Se fossemos contar cada um individualmente, na velocidade de um arquivo por segundo, seriam necessários mais de 37 mil anos para chegar ao final. Mas seria impossível terminar: segundo a Amazon, 40 mil novos objetos são armazenados a cada segundo.

No ano passado, foi introduzido no serviço um sistema para eliminação de arquivos expirados, esquecidos por longos períodos em contas inativas. Ainda que 125 bilhões de objetos tenham sido deletados desde então, o crescimento de adesão ao serviço não impediu a quebra da marca de um trilhão de objetos.

link: Amazon S3 j tem um trilho de arquivos armazenados na nuvem / Notcias e Novidades