Quase 60% das empresas de Tecnologia da Informação (TI) em solo nacional devem encerrar 2012 com aumento entre 10% e 50% no faturamento, segundo estudo realizado pelo Censo do Setor de TI realizado pela MBI, em parceria com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação (Assespro).

O levantamento envolveu 285 empresas do setor em 19 estados brasileiros e aponta ainda que 34% esperam encerar o ano com aumento de 10% a 25% do faturamento. Para 25,3% das companhias a expectativa é fechar 2012 com salto de 25% a 50%.

Mesmo com a previsão de desaceleração da economia nacional, 9,2% das organizações esperam estabilidade ou redução do faturamento. Entre as empresas consultadas, 6% esperam crescer ou diminuir o faturamento até 5%, enquanto que 3,2% preveem recuo de 5% a 50%.

As exportações ainda não são realidade para grande parte das empresas do setor, revela o estudo. Do total, 81,1% ainda não exportam.

Capacitação

Os dados apontam que 37,2% das empresas pesquisadas não possuem nenhum profissional pós-graduado, 31,2% têm entre um e dois funcionários com esse nível de escolaridade e apenas 6,3% possuem mais de 15 profissionais pós-graduados na equipe.

Em relação aos profissionais com nível superior, o levantamento mostra que 58,2% das empresas possuem de um a 15 profissionais graduados e 6% não possuem nenhum profissional com nível superior.

As certificações também foram alvo da pesquisa. Segundo a apuração, apesar de toda a disseminação das certificações, 28,4% não possuem nenhum profissional certificado e o mesmo percentual (28,4%) mantém de um a dois profissionais certificados na empresa.

link: TI Rio