Um decreto está em tramitação no Ministério das Comunicações para que seja feito o compartilhamento de infraestrutura com o setor elétrico. O objetivo é beneficiar a expansão da banda larga no Brasil.

A informação ainda não é oficial, mas o órgão não nega a intenção, conforme reportagem do site Convergência Digital.

Na última quinta-feira, o setor elétrico já detém os principais backbones das fibras óticas, que são os cabos OPGW (optical ground wire).

Quando aprovada, a medida possibilitará a remuneração de investimentos, permitindo que o setor obtenha 70% das receitas extras, contra os atuais 10%.

A decisão poderia resultar em uma mudança na cobertura de internet no país e uma ampliação do papel das redes de energia elétrica na oferta de conexões.

O serviço de energia elétrica é considerado um dos mais abrangentes no país, pois alcança 98% dos lares.

Além disso, de acordo com a matéria, o decreto buscará um tratamento mais racional para o uso dos postes do setor elétrico pelas empresas de telecom.

link: TI Rio