Resultados 1 a 3 de 3
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981

    GVT à venda por R$ 19 bilhões

    Folha de S.Paulo - Mercado - Vivendi coloca GVT venda por R$ 19 bilhes; 4 grupos esto interessados - 30/11/2012

    As propostas começaram a chegar há duas semanas e nenhuma será levada adiante se for inferior a R$ 19 bilhões, mais do que o dobro dos R$ 7,7 bilhões pagos pela Vivendi para a GVT.

    A Folha apurou que a Vivendi avalia quatro propostas, sendo três de fundos de "equity" (participações em empresas). Um deles é o BTG Pactual, de André Esteves. O Gávea, de Armínio Fraga, está num segundo grupo, com fundos estrangeiros.

    Nenhuma operadora de telefonia está em negociação. A DirecTV fez proposta, abaixo de R$ 16 bilhões. A Telecom Italia, dona da TIM, interessou-se, mas, endividada, teria de aceitar um aporte bilionário de um de seus acionistas que levaria os demais a uma diluição. Os italianos preferiram aguardar uma nova rodada de negociações, porque acreditam que a Vivendi aceitará propostas abaixo do patamar mínimo estipulado.

    ....


    A Folha apurou que o prazo máximo para a venda da GVT é março de 2013.

    Caso nenhuma das quatro propostas seja fechada até essa data, a Vivendi colocará em prática um "plano B": a abertura de capital da GVT. ... O valor da oferta, nesse caso, será um pouco superior a R$ 20 bilhões.

    ...



    Antes de ser vendida para a Vivendi, a GVT tinha 65% de suas ações pulverizadas, o que permitiu que os franceses adquirissem o controle diretamente no mercado.

    A Telefónica tentou comprá-lo por meio de uma OPA (Oferta Pública para Aquisição de Ações). Mas os franceses anunciaram, antes do leilão, ter obtido o controle de acionistas diretamente.

    A operação foi considerada irregular pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), porque parte das ações não estava integralmente garantida para a Vivendi. Esse caso terminou com o pagamento de uma multa pela Vivendi de R$ 150 milhões à CVM, a maior da história, para que o processo não fosse a julgamento.

    A Telefónica move uma ação contra a Vivendi porque, segundo a CVM, a empresa francesa não tinha o controle da GVT quando fez o anúncio ao mercado.

    Com a manobra, a companhia impediu a oferta dos espanhóis. Dias depois, a Vivendi concluiu a compra do controle no mercado.

  2. #2
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106
    lá vamos nos de novo....
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  3. #3
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981
    Eu não conheço os datacenters -- parece que o de Curitiba tem muitos clientes -- mas a coisa pode descambar para um misto de Gordon Gekko (fundo compra para desmembrar e vender) com Gol/Webjet (compra para reduzir concorrência/oferta do produto). Na Era da Mediocridade, está ocorrendo uma grande concentração de negócios, nas mãos dos bandidos de sempre.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •