Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 22
  1. #1
    {topmember}
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    596

    [PROCURO] Consultor: Protocolo BGP e registro ASN

    Caros Amigos

    Procuro consultoria em relação ao processo de implantação junto ao registro.br de cadastro ASN (bloco próprio de IPs) Registro.br - Servi, assim como de configuração inicial do protocolo BGP.

    Contatos via alexandre.duran@gmail.com

  2. #2
    Louco pelo WHT Brasil
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Posts
    168
    Olá Duran,


    A parte de obtenção de ASN e bloco de IPs não é técnico, é burocrático. Você vai conseguir isso sem o consultor e recomendo fazê-lo desde já. Ao fazer o meu pedido recebi uma bateria de perguntas do Registro.br em diversos e-mails trocados que levou em torno de 1 a 2 meses o processo. As perguntas são visivelmente voltadas a ISPs (ex.: área de cobertura, quantos assinantes possui, se são discado, DOCSIS, ADSL etc.). Também perguntarão quantos servidores você tem e outros itens de sua infraestrutura para avaliar se você realmente precisa de um ASN. A principal justificativa acaba sendo você obter trânsito de duas operadoras diferentes, o que te impede de usar os blocos IP do teu fornecedor de trânsito e exige que você tenha os próprios IPs.

    Quanto a escolha do roteador de borda e configuração do BGP aí sim realmente você tem que buscar alguém com experiência. Aprender BGP por tentativa & erro e em produção te gerará muito downtime.

  3. #3
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Considerando o que o kurt disse e assinando embaixo, isto fica feliz em ser útil

  4. #4
    {topmember}
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    596
    Citação Postado originalmente por kurtkraut Ver Post
    Olá Duran,


    A parte de obtenção de ASN e bloco de IPs não é técnico, é burocrático. Você vai conseguir isso sem o consultor e recomendo fazê-lo desde já. Ao fazer o meu pedido recebi uma bateria de perguntas do Registro.br em diversos e-mails trocados que levou em torno de 1 a 2 meses o processo. As perguntas são visivelmente voltadas a ISPs (ex.: área de cobertura, quantos assinantes possui, se são discado, DOCSIS, ADSL etc.). Também perguntarão quantos servidores você tem e outros itens de sua infraestrutura para avaliar se você realmente precisa de um ASN. A principal justificativa acaba sendo você obter trânsito de duas operadoras diferentes, o que te impede de usar os blocos IP do teu fornecedor de trânsito e exige que você tenha os próprios IPs.

    Quanto a escolha do roteador de borda e configuração do BGP aí sim realmente você tem que buscar alguém com experiência. Aprender BGP por tentativa & erro e em produção te gerará muito downtime.
    Entendi - sobre o uso de transito de duas operadoras diferentes isso é obrigatório ou eu posso usar as atualmente existentes no atual data center ?

    Sobre o BGP se eu estivesse iniciando do zero eu poderia aprender sozinho mesmo - porem em produção eu prefiro contratar um profissional para auxiliar e deixar em mãos mais capazes.

  5. #5
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Citação Postado originalmente por DuranDuran Ver Post
    Entendi - sobre o uso de transito de duas operadoras diferentes isso é obrigatório ou eu posso usar as atualmente existentes no atual data center ?

    Sobre o BGP se eu estivesse iniciando do zero eu poderia aprender sozinho mesmo - porem em produção eu prefiro contratar um profissional para auxiliar e deixar em mãos mais capazes.
    a) Só existem 3 opções nesse quesito, que justifiquem ter um ASN: 1) Ter dois upstreams (você, e não o seu upstream. Se seu datacenter te fornece banda e ele vem de 2 operadoras, pra você conta como se fosse uma só), 2) Ter um upstream e um acesso a peering/IXP (PTT); 3) Ter um upstream e ter alguma política louca de roteamento que mesmo assim exija que você tenha um ASN e que não seja possível de ser gerenciado por este mesmo upstream (por motivos técnicos, não comerciais ou administrativos).

    Como o (3) é quase impossível de se conseguir provar (é uma exceção), você tem de estar ou com 2 upstreams ou com um + PTT direto.

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    a) Só existem 3 opções nesse quesito, que justifiquem ter um ASN: 1) Ter dois upstreams (você, e não o seu upstream. Se seu datacenter te fornece banda e ele vem de 2 operadoras, pra você conta como se fosse uma só.
    2 cents:

    Se não estou enganado, você precisa ter contratos com operadoras. Blend de data center supostamente não contaria.

    Também, se lembro corretamente, numa discussão aqui no WHT-BR, foi dito que algumas operadoras não aceitam nem a pau transportar tráfego de cliente com AS/CIDR próprios, razão do uso de uma geringonça citada pelo Rubens usada por alguns bancos para implementar rede redundante / multihomed sem BGP.

    EDIT: Encontrei a tal discussão.

    Citação Postado originalmente por rubensk Ver Post
    Aqui no Brasil não consta que nenhuma operadora aceite ceder parte de seu bloco PA para uso "PI-like" em outras operadoras.

    Mas um possível motivo para não usar AS/CIDR próprio é não conseguir BGP com seu upstream. A Oi é a campeã 10, nota dez, de tornar a vida de quem quer BGP impossível, com a Telefónica em 2o. lugar nesse quesito.
    http://www.webhostingtalk.com.br/for...queno-dc-1075/ post #40 em diante
    Última edição por 5ms; 02-12-2012 às 10:48.

  7. #7
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Blend de datacenter contaria como um único upstream/operadora. Se vc tem o blend de datacenter + 1 operadora ou +1 acesso ao PTT, aí justifica tecnicamente vc ter seu ASN.

    Já quanto a situação que o Rubens descreveu: as operadoras tentam impor seu monopólio e tornam a vida de quem quer fazer BGP infernal, mas não se recusam (e nem podem). Só é difícil aguentar a má-vontade e os preços altos (obviamente eles vão fazer mais barato para quem não tem BGP, para prender o cliente à eles). E te jogam numa burocracia sem-fim. Nada que uns chamados na Anatel não resolvam. E isso tem que estar bem claro no contrato, incluindo tempos de implementação, com multas para a operadora se ela não cumprir os prazos.

    A geringonça do Rubens é mais porque os bancos não querem ter esse trabalho de gerenciar mais ativos ainda que são secundários ao seu negócio, então usam estas soluções mirabolantes para fazer mais com menos.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Cresci, fora o fato de que as operadoras brasileiras ligam a minima para quem contrata circuitos de baixa capacidade com eles, AS/CIDR próprios não complica ainda mais essa relação? Também não é um entrave a mudar de operadora?

  9. #9
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Complicar, complica. Mas se vc for comprar o acesso dentro de um datacenter, o sujeito que vai fazer a ativação em tese já está acostumado e sabe ativar BGP. Um roteador em datacenter é um ativo muito caro e estratégico para mandarem técnicos puxadores de cabo de modem ADSL irem ativar. A complicação é política, não é técnica.
    Por isso que vc tem que pegar o vendedor certo, no lugar certo, e com o contrato certo.

  10. #10
    Louco pelo WHT Brasil
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Posts
    168
    OP, se você está montando um datacenter e não se conectará a um PTT, você já está com um problema grande pela frente. Pois você enfrentará a resistência dos fornecedores para usar seu próprio ASN e bloco de IPs como muito bem descrito aqui pelos colegas e eles irão te oferecer por preços abusivos. Se o seu custo de seu megabit/s for alto, vai inviabilizar o seu negócio pois teus planos ficarão caros.

    Se não há um PTT na sua localidade, forme um. Os ISPs são até mais sedentos por banda do que datacenters pela natureza do crescimento deles. Chame ISPs e eles toparão não apenas trocar tráfego com você, mas ficarão felizes em OU te fornecer trânsito OU comprar ele junto com você em volumes maiores e custos bem menores. Dê uma olhada nestes links:

    - Mapa de quantidade de AS por cidade
    - Novos PTT em estudo
    - Formulário de candidatura para formar um novo PTT

    E você não precisa fazer um PTT oficial com o aval do NIC.br (apesar de ser preferencial). Há PTTs independentes e paralelos ao NIC.br como o PTT Botafogo (PTT Moebius - Home).

    Em suma: fundar um ou se ligar a um PTT irá te ajudar no teu projeto de obtenção de AS, irá reduzir seus custos de trânsito e irá te dar mais redundância (comprando trânsito emergencial dos outros participantes) do que fazer uma conectividade na raça com os fornecedores tradicionais que não estão, via de regra, interessados em facilitar sua vida e prover um bom serviço.
    Última edição por kurtkraut; 02-12-2012 às 13:21.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Desligado
  • [VIDEO] code is Desligado
  • Código HTML está Desligado