Resultados 1 a 10 de 10
  1. #1
    Guru Junior
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Posts
    183

    Question Colocation x Dedicado

    Olá,

    Gostaria de ajuda de pessoas mais experientes da área para entender por que muitas empresas oferecem servidores dedicados mais baratos do que a colocation com eles mesmos.

    Se o colocation já usa energia e banda, aonde fica a custo da maquina?

    O mais perto que, acho, que cheguei de entender isso, seria se a banda no dedicado for compartilhada e no colocation dedicada, seria isso? Ser for seria uma forma de "overselling" não?

    Obrigado,
    PSilva.

  2. #2
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    Exato, no colocation você pode contar que o cliente vai quase sempre usar toda a banda contratada. E tem outros aspectos também. Vamos a alguns deles:

    Na oferta de dedicados, você tem um planejamento e um custo fixos. Você tem noção de quantos servidores você pode colocar num rack, quantos watts de calor eles vão dissipar (e qual o gasto para refrigerar), etc. Dependendo do seu nível de automação, não precisa manter ninguém (ou pouquíssimos técnicos) no local, já que eles não têm de dar atenção exclusiva ao sujeito que está lá presente fisicamente.

    Já no colocation, existem contratempos como ter de ter prateleiras para servidores que não tem trilhos; não poder preencher o rack de forma otimizada devido à limitações de energia impostas pelo datacenter (em geral pela capacidade de refrigeração por metro quadrado), existe o fator de que o cliente vai estar presente no datacenter então eles têm de manter os dispositivos e pessoal de segurança e limpeza nas áreas em que o cliente tem acesso, existe o fator de que o cliente de co-location dependendo de como está configurado, pode vir a poder roubar ou danificar equipamento pertencente ao datacenter e a outros clientes, aumenta o custo do seguro que se tem de fazer para acidentes pessoais (pois se baseia no número de pessoas que têm acesso ao local) e o seguro para terceiros em relação ao valor do equipamento que o cliente está colocando lá (alguns datacenters exigem que você mesmo faça o seguro), tem os custos de fazer levantamento de antecedentes criminais de cada um que está autorizado a entrar no datacenter, etc e tal.

    Basicamente, o risco é maior. Risco maior, custo maior.

  3. #3
    Guru Junior
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Posts
    183
    @cresci, obrigado.

    entendi a suas colocações.

    mas me surgiu outra duvida: - alguns dos custos seriam relacionados a ida do cliente ao DC, e porque então isso não é desprezado quando se trata de um brasileiro querendo colocar um servidor nos Estados Unidos - pelo menos eu não irei lá!!

    alem disso, eu iria gerar receita, uma vez que precisaria do suporte deles, para por exemplo trocar ou adicionar um componente de meu servidor.

  4. #4
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    Citação Postado originalmente por Psilva Ver Post
    mas me surgiu outra duvida: - alguns dos custos seriam relacionados a ida do cliente ao DC, e porque então isso não é desprezado quando se trata de um brasileiro querendo colocar um servidor nos Estados Unidos - pelo menos eu não irei lá!!
    Não faz muita diferença. O cliente de colocation pode definir um técnico externo ao datacenter (algum sujeito freelancer, que more na cidade). Faz parte do modelo de negócio. É ótimo que o cliente nunca apareça no local, mas todas as providências têm de estar tomadas, com ou sem o cliente lá.

    alem disso, eu iria gerar receita, uma vez que precisaria do suporte deles, para por exemplo trocar ou adicionar um componente de meu servidor.
    Talvez. Pode ser que eles estejam vendendo a hora do técnico deles subsidiada - ou não.
    Por exemplo: um engenheiro de redes avulso custa US$ 250 a hora. Se você faz co-location e compra banda deles, precisa de um engenheiro customizar o roteamento, e opcionalmente configurar a sessão BGP e os anúncios em IRR e para os uplinks, adicionar seu ASN no AS-SET deles, etc; se você compra o dedicado, isto já vai ter sido definido e qualquer técnico do datacenter só precisa apertar meia dúzia de botões para te liberar um IP dentro do esquema de roteamento deles, sem precisar customizar e sem precisar de conhecimento avançado.

    Ao mesmo tempo, muito datacenter oferece setup grátis e "cabling. racking and stacking" (cabear, empilhar e colocar no rack) de graça - mas isso na verdade tem custo, que eles repassam no preço mensal e não cobram por evento (apenas se trata de estratégia diferente de marketing).

  5. #5
    Quero ser Guru
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Posts
    88
    muito interessante, sempre tive esta duvida tambem...

    então para se ter preço melhor no colocation, a solução poderia ser em quantidade? tipo x servidores para compartilhar um link?

  6. #6
    Uma duvida.. O colocation pode ser comparado a um VPS ???

  7. #7
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106
    Citação Postado originalmente por Andrei Lima Ver Post
    Uma duvida.. O colocation pode ser comparado a um VPS ???
    não Andrei, colocation, de forma resumida, significa alugar espaço em um datacenter como instalar um servidor que seja seu.

    Já o VPS é uma parte de um servidor dedicado.

    ficou claro agora?

  8. #8
    Citação Postado originalmente por Winger Ver Post
    não Andrei, colocation, de forma resumida, significa alugar espaço em um datacenter como instalar um servidor que seja seu.

    Já o VPS é uma parte de um servidor dedicado.

    ficou claro agora?
    Entendi.. entao VPS é uma virtualização um espaço seu dentro de um dedicado... ja o colocation eu tenho uma area minha para instalar um server

  9. #9
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    Citação Postado originalmente por Ruka Ver Post
    muito interessante, sempre tive esta duvida tambem...

    então para se ter preço melhor no colocation, a solução poderia ser em quantidade? tipo x servidores para compartilhar um link?
    Colocation só tem algum sentido se alguma das situações abaixo for válida:

    a) Se a sua configuração você consegue fazer mais economia em comprar a máquina, do que em alugar a mesma (principalmente no longo prazo). Isso em geral é verdade em máquinas mais caras (3, 5, 10 mil dólares) onde vc faz o investimento inicial e o colocation dela mensal sai baratinho.
    b) Se você tem 'N' dedicados (em geral mais de 10), e tem capacidade de investimento, para comprar o lote delas. No longo prazo (ou no financiamento) você economiza uma boa baba de dinheiro e pode customizar suas configurações de hardware à vontade.
    c) Se você tem quem faça as mãos remotas para você (localmente no datacenter) com experiência suficiente para identificar e solucionar erros de hardware.
    d) Se a política da empresa (ou a lei/órgão regulamentador) te obriga a ser dono do hardware e das licenças.
    e) Se você tem peças sobressalentes ou garantia do fabricante para trocar as mesmas de forma rápida (a Dell e alguns distribuidores Supermicro oferecem opcionalmente garantia que atende em 4h).


    É tudo questão de pôr na ponta do lápis e balancear com as políticas.

  10. #10
    Louco pelo WHT Brasil
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Brasil, São paulo
    Posts
    109
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Colocation só tem algum sentido se alguma das situações abaixo for válida:

    a) Se a sua configuração você consegue fazer mais economia em comprar a máquina, do que em alugar a mesma (principalmente no longo prazo). Isso em geral é verdade em máquinas mais caras (3, 5, 10 mil dólares) onde vc faz o investimento inicial e o colocation dela mensal sai baratinho.
    b) Se você tem 'N' dedicados (em geral mais de 10), e tem capacidade de investimento, para comprar o lote delas. No longo prazo (ou no financiamento) você economiza uma boa baba de dinheiro e pode customizar suas configurações de hardware à vontade.
    c) Se você tem quem faça as mãos remotas para você (localmente no datacenter) com experiência suficiente para identificar e solucionar erros de hardware.
    d) Se a política da empresa (ou a lei/órgão regulamentador) te obriga a ser dono do hardware e das licenças.
    e) Se você tem peças sobressalentes ou garantia do fabricante para trocar as mesmas de forma rápida (a Dell e alguns distribuidores Supermicro oferecem opcionalmente garantia que atende em 4h).


    É tudo questão de pôr na ponta do lápis e balancear com as políticas.
    Isso mesmo, muito boa colocação Cresci
    Webin Serviços de internet Ltda.
    Revendas de Hospedagem (USA e BR) com CloudLinux, WHMCS grátis, Construtor de sites, Softaculous, NGINX, DNS personalizados, CLUSTER de DNS.
    webinhost.com.br www.webinrevenda.com.br / www.webinidc.com.br

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •