YURI GONZAGA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Uma pesquisa feita com 1.300 pessoas de 70 cidades do Brasil aponta que 65 milhões de brasileiros usam redes sociais --cerca de um terço da população--, dos quais 84% têm conta no Facebook.

O estudo também traçou um perfil desses internautas, dividindo-os entre as categorias "arroz de festa", os mais ativos (30% de todos os usuários de redes sociais); "do contra", politizados que reclamam de tudo o que veem na rede (27%); "hooligans", pessoas que falam quase só sobre futebol (22%); "maricotas", que dão preferência aos temas autoajuda e novela (21%).

Vivem na região Sudeste 55% dos brasileiros que usam redes sociais, enquanto 20% são do Nordeste, 12% do Sul, 7% do Norte e 6% do Centro-Oeste, segundo o levantamento, realizado pela firma de análise mercadológica Hello Research.

PERFIS

As pessoas enquadradas como "arroz de festa", que podem também ser chamadas de "heavy users" dado o frequente uso dos sites, comentam todos os tipos de assunto. Costuma compartilhar conteúdos de que gostam, em vez de somente curtir.

Já os "do contra" apagam ou bloqueiam um contato quando ele posta algo que desagrada. Não publicam conteúdo nas redes, que acessam pouco. Pertencem às classes socioeconômicas A e B e têm entre 31 e 50 anos.

Homens que falam abertamente nesses sites sobre piadas, sexo e, principalmente, futebol, encaixam-se na categoria dos "hooligans" virtuais. Quando veem algo aprazível, clicam no botão "curtir".

O último grupo, formado pelas "maricotas", é um "verdadeiro 'clube da luluzinha' digital". Nunca fala sobre política, mas sempre sobre novela --em parte porque "conta com a presença de muitas donas de casa", como definiu Stella Mattos, diretora de contas da Hello Research, por meio de comunicado à imprensa.

MSN E ORKUT RESISTEM

Entre os cerca de 55 milhões de usuários do Facebook que há no Brasil, segundo o levantamento, 67% deles ainda usam o MSN, serviço de mensagens instantâneas que vai ser descontinuado no ano que vem.

Outro serviço considerado um dinossauro digital, o Orkut (do Google) segue sendo acessado por 55% dos que estão no Facebook.

A outra empreitada do gigante das buscas no mundo social, o Google+, foi utilizada por apenas 12% dos brasileiros com perfil no Facebook.