Resultados 1 a 4 de 4
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043

    AppGratis expulsa do paraiso por não provar a maçã

    AppGratis não entendeu o espirito da coisa.

    A popular app gets yanked from Apple’s App Store, illustrating the danger of betting it all on one mobile OS.

    AppGratis, an iOS app that offers users a free app each day that they’d normally have to pay for, is having a rough week.

    ...

    The 12 million people who already have AppGratis can keep using it, and the company says it will keep offering free apps and discounts to these folks, but new users will not be able to download AppGratis from the app store, which for many iOS users is the only place they go to find and download apps.

    Whether or not you like what AppGratis is doing, this strikes me as a really sad tale of what can happen when you place all your apps in one app store’s basket, so to speak. The control Apple has over the apps that iPhone and iPad users use, and over the companies that build these apps, is astonishing, and scary. The 45 employees of AppGratis are probably terrified of losing their jobs because of a single decision made by Apple, although the company did put itself into what it should have been obvious was a risky situation in the first place. In Apple’s defense, it seems to feel AppGratis is the one that created the problem.

    AppGratis didn’t have to bet so heavily on Apple, though. If the company had already established a presence on Android through the Google Play app store (or in Microsoft’s app store for Windows Phone), Apple’s decision wouldn’t have felt so crippling. More and more, smartphone makers and wireless carriers are realizing the importance of branching out to multiple operating systems (see “The Underdog Operating Systems Set to Shake Up the Smartphone Scene”). It can be difficlt to build an app simultaneously for several platforms–doing your best work on each platform requires different tools and techniques–but maybe in the absence of a good common development standard that’s what app developers need to do to protect themselves.
    One App

  2. #2
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106

    Apple retira aplicativo AppGratis de sua loja

    Apple retira aplicativo AppGratis de sua loja

    São Paulo - Após três anos disponível na loja App Store, o aplicativo AppGratis foi removido pela Apple na última segunda-feira (8).

    O aplicativo AppGratis oferece promoções diárias para os usuários de dispositivos iOS com sugestões de programas gratuitos.

    A remoção do aplicativo AppGratis foi confirmada pela Apple ao site AllThingsD. Segundo a empresa, o programa infringiu duas regras de sua loja: oferecer aplicativos para compra de forma similar ou que confunda o usuário a achar que se trata da App Store; e por enviar notificações como forma de marketing.

    O CEO do AppGratis, Simon Dawlat, publicou um comunicado no blog oficial da empresa afirmando que “embora o aplicativo tenha sido removido, ele não será encerrado.”

    Segundo Dawlat, a decisão da Apple foi repentina e inesperada. “Perguntei para eles como poderiam ter mudado de ideia da noite para o dia?”

    O AppGratis sempre teve suas versões aprovadas pela empresa, embora algumas vezes foram necessárias alterações no programa. “Nossa versão para iPad foi aprovada há menos de uma semana”, disse.

    No entanto, de acordo com o CEO, um membro da equipe da App Store entrou em contato para informar que a Apple decidiu remover o aplicativo por conta das duas violações praticadas pela empresa.

    A Apple não forneceu mais detalhes sobre sua decisão, alegando que se trata apenas de um processo padrão para violações de suas diretrizes.

    Mas fontes disseram ao AllThingsD que a decisão da empresa seria contra o modelo de negócios do AppGratis que favoreceria desenvolvedores que pagavam para se destacar. E a App Store diz ser uma meritocracia.

    Agora Dawlat disse que o programa continuará a publicar ofertas para os usuários que já o tem instalado, além de dar continuidade à manutenção do serviço. Mas sem a aprovação da Apple não está claro se a empresa será capaz de manter suas operações.
    link: Apple retira aplicativo AppGratis de sua loja - Tecnologia pessoal - Not
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  3. #3
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    A popular app gets yanked from Apple’s App Store, illustrating the danger of betting it all on one mobile OS.
    O problema não é desenvolver para apenas um sistema operacional. O problema é que tudo que é concedido pode ser retomado/cancelado/anulado.

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043

    Banido pela Apple, AppGratis faz campanha

    Por Anna Carolina Papp

    Com 12 milhões de usuários, aplicativo indicava apps gratuitos; empresa pede que usuários enviem e-mails de apoio

    SÃO PAULO – Nesta segunda-feira, 15, o AppGratis, aplicativo que notifica usuários sobre apps que eram pagos e passaram a ser gratuitos, iniciou uma campanha na internet para pressionar a Apple a voltar atrás na decisão de banir o aplicativo – excluído da App Store no início do mês.

    No site, o AppGratis pede que usuários enviem e-mails de apoio – cujos endereços não serão publicados, afirma a empresa. Até as 18h desta segunda-feira, já haviam sido enviados mais de 650 mil e-mails. Também é possível manifestar suporte à campanha pelo Twitter ou Facebook.

    Segundo a companhia, o aplicativo conta com 12 milhões de usuários. “[...] a Apple disse que violamos duas das suas regras. Mas estamos convencidos de que não violamos. Nós acreditamos que são vocês, consumidores da Apple, que deveriam ter a palavra final”, disse o AppGratis no site. “Hoje são vocês que terão a voz.”

    Exclusão. O aplicativo foi banido da loja de apps da Apple há dez dias. A empresa afirmou que o aplicativo violara duas de suas regras: apresentou outros aplicativos – confundindo os usuários por ter funções similares à própria loja App Store – e enviou notificações de propaganda, promoções ou marketing direto.

    A empresa nega ter violado as regras da App Store, argumentando que a Apple havia autorizado a inclusão de uma atualização do aplicativo para tablets uma semana antes da exclusão. A França ameaçou levar a briga à Comissão Europeia, entidade da União Europeia que regula a competitividade no bloco.
    Banido pela Apple, AppGratis faz campanha - Link Estad

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •