Resultados 1 a 1 de 1
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,998

    TIMmusic: acesso ilimitado à músicas por R$ 0,50 / dia ou R$ 9,90 / mês

    A TIM tem a pretensão de, a médio prazo, ser a maior plataforma de música pelo celular do Brasil

    Através de um aplicativo, disponivel no momento apenas para Android, pode-se ouvir músicas online ou baixar para ouvir offline no próprio aparelho. No entanto, não se trata de um download convencional -- não será possível ter acesso às músicas em outras plataformas.

    É preciso ter um plano de dados para usar o aplicativo, porém, de acordo com a TIM, não haverá cobrança adicional pelo tráfego de dados ao ouvir e baixar músicas.

    Os novos usuários terão sete dias de uso grátis para experimentar o serviço.

    Para a composição do catálogo, a TIM fez parcerias com gravadoras como a Sony, Universal, Som Livre e Warner. A empresa não divulgou a quantidade de músicas disponíveis; disse apenas se tratar de “milhões”.

    Inicialmente, o serviço estará disponível apenas os seguintes smartphones com o sistema Android: Galaxy SIII Mini, Galaxy SII Lite, Galaxy Pocket, Galaxy SIII, Galaxy Y, Galaxy Ace e Galaxy Y Duos – todos da Samsung – e no Razr i, da Motorola. Usuários com esses aparelhos poderão baixar o aplicativo nos próximos dias.

    Segundo o diretor da TIM Brasil, Fabio Cristilli, a empresa deve lançar uma versão para o sistema iOS, da Apple, no segundo semestre. O executivo informou ainda que a versão para tablets será lançada até o final do ano – e que incluir o serviço no desktop também está nos planos.


    Nesta sexta-feira, 12, a operadora de telefonia móvel TIM lançou um serviço de música para usuários de smartphones da plataforma Android. Em parceria com a americana Muve Music, o TIMmusic, que deve chegar a outras plataformas e dispositivos, permitirá aos usuários dos planos Liberty e Infinity escutar músicas online e offline e fazer playlists com acesso ilimitado ao catálogo do serviço.

    No plano pré-pago, os usuários pagarão R$ 0,50 por dia para baixar e ouvir quantas músicas desejarem. Já no planos pós-pagos, a cobrança virá direto na conta do usuário: R$ 9,90 por mês – apenas nos meses em que o serviço for utilizado.

    É preciso ter um plano de dados para ter acesso ao aplicativo; no entanto, de acordo com a empresa, não haverá cobrança adicional pelo tráfego de dados ao ouvir e baixar músicas. Os novos usuários ainda terão sete dias de uso grátis para experimentar o serviço.

    Como funciona. Com o app, será possível ouvir músicas online ou baixar canções para ouvir offline. No entanto, não se trata de um download convencional – o conteúdo fica armazenado no próprio aplicativo; logo, não será possível ter acesso às músicas em outras plataformas.

    Na função “Meu DJ”, os clientes têm opções de playlists prontas, com músicas pré-selecionadas. O serviço também é integrado ao Shazam, aplicativo de identificação de músicas que reconhece a faixa tocada e sugere seu download.

    Para a composição do catálogo, a TIM fez parcerias com gravadoras como a Sony, Universal, Som Livre e Warner. A empresa não divulgou a quantidade de músicas disponíveis; disse apenas se tratar de “milhões”.

    Inicialmente, o serviço estará disponível apenas os seguintes smartphones com o sistema Android: Galaxy SIII Mini, Galaxy SII Lite, Galaxy Pocket, Galaxy SIII, Galaxy Y, Galaxy Ace e Galaxy Y Duos – todos da Samsung – e no Razr i, da Motorola. Usuários com esses aparelhos poderão baixar o aplicativo nos próximos dias.

    Segundo o diretor da TIM Brasil, Fabio Cristilli, a empresa deve lançar uma versão para o sistema iOS, da Apple, no segundo semestre. O executivo informou ainda que a versão para tablets será lançada até o final do ano – e que incluir o serviço no desktop também está nos planos.

    Aposta. De acordo com Cristilli, há cerca de um ano a empresa começou a fazer pesquisas sobre as possibilidades da área musical e a negociar com as gravadoras. “Procuramos um novo serviço que fosse muito atrativo aos nossos usuários. Música hoje é um serviço universal”, aponta.

    Para o executivo, o grande diferencial do serviço frente ao número cada vez maior de serviços de streaming é a usabilidade do serviço e o preço. “Hoje, para usar a maioria desses serviços, o cliente precisa ter um cartão de crédito – mas não é todo mundo que tem”, aponta Cristilli.

    Ele ressalta que o aplicativo torna o serviço acessível a usuários do plano pré-pago, por um dos preços mais baixos do mercado. Cerca de 85% dos clientes da empresa – hoje cerca de 80 milhões de usuários – possuem planos pré-pagos.

    Cristilli reforça que o serviço é uma das grandes apostas da empresa e será expandido a outras plataformas. “A TIM tem a pretensão de, a médio prazo, ser a maior plataforma de música pelo celular do Brasil”, afirmou. “Agora, os smartphones estão mais preparados para receber esse tipo de serviço. Além disso, a indústria está mais disposta a negociar com as operadoras”, disse ele.
    TIM lan
    Última edição por 5ms; 13-04-2013 às 11:50.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •