Resultados 1 a 6 de 6
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,995

    Vivo lança primeiro plano compartilhado para aparelhos móveis do Brasil

    Autor(es): Por Bruna Cortez | De São Paulo
    Valor Econômico - 15/04/2013


    A Telefônica/Vivo anuncia, hoje, mudanças em sua estratégia para vender serviços de acesso à internet por meio de aparelhos móveis. A operadora vai passar a vender pacotes que permitem o acesso à web em mais de um dispositivo, sem exigir uma conta para cada um deles, como acontecia até então. Os chamados planos compartilhados foram uma alternativa encontrada por companhias de telefonia móvel de todo o mundo para lidar com um cenário cada vez mais comum: o do consumidor com vários dispositivos conectados. No Brasil, a Telefônica/Vivo é a primeira operadora a adotar esse novo modelo de transmissão de dados.

    O plano compartilhado da empresa, batizado de "MultiVivo", permite incluir cinco dispositivos na mesma franquia, além de um smartphone que deve dar origem à contratação do pacote. Se houver mais de um celular, por exemplo, além de falar entre si, os aparelhos poderão compartilhar minutos para chamadas a usuários de outras operadoras.

    "A criação de um plano compartilhado pode motivar clientes a incluir na franquia equipamentos com os quais ele acessa a internet só por meio de conexões sem fio (Wi-Fi)", disse Paulo Cesar Teixeira, diretor-geral da Telefônica/Vivo, em entrevista ao Valor. Com mais dispositivos no pacote, a expectativa é que esse usuário contrate um plano com mais dados e, consequentemente, mais caro. É com base nesse cenário que a Telefônica/Vivo espera que o lançamento de planos compartilhados contribua para o aumento da receita de dados.

    O faturamento da Telefônica/Vivo com dados cresceu 17,3% no quarto trimestre de 2012 em comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando a R$ 1,5 bilhão. A receita com dados representou 28,6% do faturamento de serviços móveis da operadora nos últimos três meses do ano. Entre as grandes companhias de telefonia móvel do país, a Telefônica/Vivo tem a maior participação da receita de dados no faturamento de serviços móveis.

    A exemplo do que vem ocorrendo nos Estados Unidos, os planos compartilhados tendem a ser bem-recebidos no Brasil, afirma Eduardo Tude, analista da consultoria Teleco. Nos Estados Unidos, onde AT&T e Verizon lançaram esse tipo de serviço recentemente, 61% dos smartphones estão conectados à web por meio de planos compartilhados, segundo dados do mais recente Balanço Huawei de Banda Larga. No Brasil, Teixeira diz acreditar que em um horizonte de três anos entre 50% e 60% dos clientes da Telefônica/Vivo terão planos de dados compartilhados.

    Para quem tem planos distintos para cada um dos dispositivos, o pacote compartilhado pode motivar o uso mais eficiente da quantidade de dados contratada, diz o executivo. A lógica é a seguinte: nem sempre o cliente consegue usar todo o pacote apenas no smartphone. Incluindo o tablet no plano, por exemplo, é possível utilizar essa quantidade de dados que anteriormente era "desperdiçada".

    Os planos de dados compartilhados da Telefônica/Vivo vão de 500 megabytes a 3 gigabytes. Segundo Teixeira, o modelo de serviços compartilhados também será adotado nos planos da quarta geração de telefonia móvel (4G), que serão lançados "em breve" pela operadora.

    Procurada pelo Valor, a Claro informou, por meio de sua assessoria de imprensa, não ter uma previsão de quando pretende lançar planos de dados compartilhados. A TIM disse que, por enquanto, não planeja mudanças estruturais em suas ofertas de dados. A Oi preferiu não comentar o assunto.
    Vivo permite compartilhar dados entre aparelhos — Portal ClippingMP

  2. #2
    Quero ser Guru
    Data de Ingresso
    Apr 2013
    Posts
    47
    Bom, muito obrigado pela informação, achei legal esta atitude da VIVO, tomara que funcione realmente.
    DiferencialHost - Twitter: @hostdiferencial
    Hospedagem de Sites - Revenda - Streaming de Audio
    Site: www.diferencialhost.com.br

  3. #3
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    A AT&T já faz isso e eu aplaudo...

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,995
    Não aplaudo não.

    Os brasileiros foram fortemente penalizados por décadas pelos governos, que concederam vantagens e mais vantagens às operadoras estatais, mantendo ou até ampliando essas vantagens após a privatização. Um dos atrasos de vida que tivemos foi o maldito pulso, cujas regras de cálculo foram se multiplicando como ratos e, como tal, roeram as nossas pobres carteiras. Promessas de fim de cobrança de assinatura nunca foram cumpridas. Promessas de ligações locais ilimitadas, idem. Essa maldição atingiu em cheio o acesso discado à Internet dos anos 2000, com muitos internautas logando apenas em horários de cobrança reduzida e coisa e tal. Na época, o motivo principal de muita gente ter contratado aDSL foi acessar a Internet em qualquer horário e pelo tempo que desejasse sem a preocupação com os inevitáveis pulsos. Somado a esse incentivo irresistivel, exceto a NET as operadoras não tinham franquia (ou não a exerciam) de transferência de dados. Com os celulares, voltamos a estaca zero. Cobrança carissima por tempo, ou por ligação (um avanço), e o pior de tudo, franquias ridiculas de transferência de dados à velocidades ridiculas em planos que são um deboche. Como existem indicativos que voz e SMS por celular estão com os dias contados, assim como telefones fixos, pode apostar uma mariola que os preços de planos de transferência de dados e overage de franquias vão substituir as perdas com os serviços tradicionais e essa vaquinha com taximetro bandeira 2 vai gerar lucros formidáveis para as operadoras e arrecadação bilionária para os governos.
    Última edição por 5ms; 16-04-2013 às 02:59.

  5. #5
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Mas o preço dos dados móveis nos EUA tb é outro absurdo...

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,995
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Mas o preço dos dados móveis nos EUA tb é outro absurdo...
    Eu sei. E colocaram limites nos downloads por cabo / aDSL também.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •