Os compradores do Google Glass não poderão repassar o aparelho a terceiros de nenhuma maneira sem antes pedir autorização à empresa. “A não ser que autorizado pelo Google, você não pode comercializar o aparelho, revender, emprestar, transferir ou doá-lo a qualquer pessoa”, afirma a empresa em documento.

Nesta quinta-feira, 18, o Google divulgou os termos de uso do Google Glass, seus óculos inteligentes. Nos termos, a empresa afirma que que o dono do Glass não poderá vender, emprestar ou doar o dispositivo — caso o faça, o produto poderá ser desativado e a garantia, perdida.

Os compradores não poderão repassar o aparelho a terceiros de nenhuma maneira sem antes pedir autorização à empresa. “A não ser que autorizado pelo Google, você não pode comercializar o aparelho, revender, emprestar, transferir ou doá-lo a qualquer pessoa”, afirma a empresa no documento.

“Se você revender, emprestar, transferir ou dar seu aparelho a qualquer pessoa sem autorização do Google, o Google terá o direito de desativar o aparelho, e nem você nem a pessoa não autorizada a usar o dispositivo receberão qualquer tipo de reembolso, suporte ou garantia.”

Quem não estiver satisfeito com o produto pode devolver o Glass em um período de até 30 dias. No entanto, os custos do envio deverão ser pagos pelo consumidor. A empresa permite que o dispositivo seja dado como um presente, mas isso deverá ser feito exclusivamente pela sua plataforma de venda.

Na última semana, o Google começou despachar os primeiros lotes do Glass ao grupo de selecionados para teste – que pagaram US$ 1,5 mil pelo produto. Os candidatos tinham de ser maiores de 18 anos, residir nos EUA e justificar em um texto de até 50 palavras, 5 fotos ou vídeo de 15 segundos o que fariam com o dispositivo.

O Glass deve chegar às lojas dos Estados Unidos no final deste ano.

Especificações. A empresa também divulgou as especificações técnicas do Google Glass. A imagem vista pelo usuário será equivalente à de uma tela de alta definição de 25 polegadas observada a 2,4 metros de distância. A câmera fará fotos de 5 megapixles e filmes na resolução 720p.

O Glass terá 12 gigabytes (GB) de memória utilizável, sincronizada com a nuvem de armazenamento do Google, contando com 16 GB de memória flash. Segundo a empresa, a bateria terá a duração de um dia — mas ressalta que atividades como filmagem e videochamadas podem consumir mais energia.

Os óculos serão compatíveis com qualquer telefone que possua Bluetooth. Já o aplicativo MyGlass, que oferece uso de GPS e o envio de SMS, requer um aparelho com sistema operacional Android 4.0.3 (Ice Cream Sandwich) ou superior.
Google pro