Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 11
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981

    Orelhões poderão prover acesso Wi-Fi

    Anatel programa audiência sobre o assunto para este mês. Dos 917 mil orelhões espalhados pelo país, até 500 mil orelhões seriam mantidos na configuração atual e cerca de 300 mil seriam convertidos para o modelo novo, com ponto de acesso sem fio, roteador Internet e GPS, e os demais seriam extintos. Atualmente, cinco concessionárias exploram o serviço de aparelhos de uso público. A Oi lidera, com 700 mil pontos, seguida da Telefônica, com 196 mil. O consumo de créditos locais em telefones públicos despencou de 750 milhões, em junho de 2007 para 80 milhões, em dezembro último: quase 10 vezes menos.

    Autor(es): SÍLVIO RIBAS
    Correio Braziliense - 06/05/2013

    Aparelhos de uso público poderão funcionar como roteadores de Internet. Anatel programa audiência sobre o assunto para este mês

    A queda acelerada no uso dos 917 mil orelhões espalhados pelo país está viabilizando uma profunda mudança no perfil dessa malha, que passará a também oferecer acesso à internet sem fio pela tecnologia Wi-Fi. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) espera colocar este mês em audiência pública a proposta que altera regras para os telefones de uso público (TUP) de modo a ajustar a cobertura geográfica, criar uma versão mais moderna e avaliar as melhores configurações para o ambiente urbano. Os modelos alternativos ainda não estão definidos.

    “Queremos atualizar os orelhões e eliminar os pontos sem funcionalidade, mas sem descuidar dos locais onde têm importante função social”, informa ao Correio o presidente da Anatel, João Rezende. Ele não vê dificuldades técnicas para as operadoras disseminarem em ambientes externos os serviços móveis de rede, a exemplo do já oferecido aos consumidores em residências e empresas. Porém, lembra que o consumo de créditos locais em telefones públicos despencou de 750 milhões, em junho de 2007 para 80 milhões, em dezembro último: quase 10 vezes menos.

    Além de criar milhares de ponto de acesso para celulares de terceira e quarta gerações, a aposta do órgão regulador é repaginar de vez a imagem desgastada do orelhão, que já tinha trocado a ficha pelo cartão, e perdeu espaço para a telefonia móvel. Com Internet e geolocalizador (GPS), essa parcela aprimorada deverá ser implantada nas áreas mais populosas.

    A tendência, explica Rezende, é que até 500 mil orelhões sejam mantidos na configuração atual, cerca de 300 mil sejam convertidos para o modelo novo e os demais sejam extintos. A Lei Geral de Telecomunicações (LGT) prevê como densidade mínima de orelhões a presença de 4,5 aparelhos a cada mil habitantes num mesmo município. Atualmente, cinco concessionárias exploram esse serviço, cada vez menos lucrativo. A Oi lidera, com 700 mil pontos, seguida da Telefônica, com 196 mil.
    Matéria completa: Orelh

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981
    @moderadores
    Pisei na bola digitando o titulo. Por favor modifique por algo como "Orelhões poderão prover acesso Wi-Fi" ou "Orelhões fornecerão acesso Wi-Fi", ou outro titulo que achar melhor. Obrigado!

  3. #3
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    @moderadores
    Pisei na bola digitando o titulo. Por favor modifique por algo como "Orelhões poderão prover acesso Wi-Fi" ou "Orelhões fornecerão acesso Wi-Fi", ou outro titulo que achar melhor. Obrigado!
    alterado!
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981
    Obrigado, Winger!

    A idéia é boa, a implementação, complicada.

    Começa pela localização dos tais orelhões. Quantos não ficarão dentro de estabelecimentos comerciais, consultórios, etc, não sendo de acesso público? Depredação de orelhão atinge números absurdos. Um orelhão mais elaborado vai custar mais para instalar e manter. Por sua vez, quantos (se algum) serão instalados em aeroportos ou rodoviárias, competindo com provedores existentes nesses locais?

    E sobre a concorrência entre as operadoras de celular? Se eu sou uma Vivo ou Oi, posso dar acesso "gratuito" aos orelhões Wi-Fi que eu opero como parte das vantagens do meu pacote. E se é a Claro ou a Tim?

    Quanto a segurança? Vão querer um cadastro com CPF, DNA? Junto com os seus dados e GPS vão vender/registrar também os acessos que você realiza?

    Como funciona o serviço Wi-Fi nos terminais e pontos de ônibus urbanos em São Paulo? E na praia de Copacabana e outras?
    Última edição por 5ms; 06-05-2013 às 12:01.

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    2,288
    Eu acho a ideia ótima e como cliente da Oi esse seria um motivo para continuar como cliente deles.

    @5ms, respondendo sua pergunta, o acesso a internet gratuito da praia da Barra funciona assim: você se conectar e... pronto, já navega! Mas nas maioria das vezes que tentei acessar o roteador não estava conectado a internet...

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981
    Pois é. Esses orelhões devem usar par metálico, ou seja, aDSL. Não vai dar para pendurar muita gente nem ter velocidade muito boa. Não sei qual o link dos serviços de Copacabana e da Barra, mas é gente que não acaba mais para dividir o acesso.

  7. #7
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    O wifi da Av. Brasil e da Orla são terceirizados e usam soluções Ubiquity para multiplos hotspots. Pra liberar o login vc precisa se cadastrar uma vez e fazer login todas as vezes que acessar.

    Nos shoppings da Multiplan quem cuida disso é a Linktel (a mesma dos aeroportos) e também cobrem o shopping inteiro. Ex.: BarraShopping. O acesso vale só por 30 min e depois vc tem que fazer novo login.

    O wifi da Pássaro Marron (Expresso Aeroporto) funciona que é uma beleza mas não sei como implementam. É bem rápido, não parece ser 3G.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,981
    Pássaro Marron. Caramba! Essa é uma empresa tradicional do Vale do Paraiba que opera desde os anos 50, pelo menos. Ela é a concessionária dos transportes dos aeroportos do Rio agora? (Era a Real antes, né?). Esse Wi-Fi é dentro dos ônibus ou na espera dos aeroportos?
    Última edição por 5ms; 07-05-2013 às 00:57.

  9. #9
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    Pássaro Marron. Caramba! Essa é uma empresa tradicional do Vale do Paraiba que opera desde os anos 50, pelo menos. Ela é a concessionária dos transportes dos aeroportos do Rio agora? (Era a Real antes, né?). Esse Wi-Fi é dentro dos ônibus ou na espera dos aeroportos?
    Não, ela é a de SP.

    No Rio continua sendo a Real. Mas não tem wifi...

  10. #10
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    No Expresso Aeroporto de SP e na Azul em VCP é dentro do ônibus.

    Na área de embarque do aeroporto é TIM e Linktel.
    Nas áreas de espera do aeroporto é Oi e Telefonica (pagos).

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •