Resultados 1 a 4 de 4
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049

    Samsung testa com sucesso 5G (1Gbps)

    Novidade só deve chegar ao mercado de telefonia celular em 2020

    A Samsung anunciou nesta segunda-feira que testou com êxito um novo sistema de telefonia celular rápido de quinta geração (5G).

    Segundo a Samsung, a transmissão de dados na nova tecnologia ocorre a uma velocidade de 1 Gbps (gigabit por segundo) entre dois terminais separados por 2 Km de distância.

    "Os usuários poderão beneficiar-se de uma ampla gama de serviços, como filmes em 3D, assim como jogos e leitura direta (streaming) com conteúdo em alta definição (UHD)", afirma a Samsung em um comunicado divulgado à imprensa. A nova tecnologia utiliza frequências extremamente altas (EHF), mas ainda não atende a nenhuma das normas técnicas reconhecidas pelos organismos internacionais.
    Samsung j

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    [Samsung] suggests the tech would eventually allow users to stream ultra-high-definition video while on the move.

    However, one expert says the news needs to be put in context.

    Prof Rahim Tafazolli - who heads up the University of Surrey's 5G research efforts - suggests that even if the latest development was used, it would only be "a small part of the larger jigsaw" of technologies needed to deliver 5G.

    His words carry weight since his own £35m project to develop a 5G standard is part-funded by Samsung.


    Samsung says it has developed the world's first "adaptive array transceiver" technology, an innovation that allows part of the super-high-frequency Ka band of the radio spectrum - at 28GHz - to be used for cellular data transmission.

    The firm indicates its equipment, which features 64 antenna elements, overcomes a problem involved with using this frequency, which can cause the signal to weaken in rainy conditions.

    "Samsung's recent success in developing the adaptive array transceiver technology has brought us one step closer to the commercialisation of 5G mobile communications in the millimetre-wave bands," said Chang-Yeong Kim. head of the firm's Digital Media & Communication Centre in Seoul.

    A press release added that the South Korean firm hoped devices based on the technology could be brought to market by 2020, offering mobile data transfers "up to several hundred times faster" than today's 4G tech.

    "As a result, subscribers will be able to enjoy a wide range of services such as 3D movies and games, real-time streaming of ultra-high-definition (UHD) content, and remote medical services," it said.
    Capacity crunch

    Prof Tafazolli stressed it would still be some years before the 5G standard was finalised.

    His own team's efforts were focused on transmitting data over an even higher frequency band in the radio spectrum, he added.

    He also said it was not inevitable that whatever technology was agreed on would offer much faster data speeds, suggesting that finding a way for the next-generation system to cope with the expected growth in demand for mobile data use might take priority.

    "Some of the companies are still putting too much emphasis on speed when discussing going from one generation to another generation," he said.

    "In my opinion 4G achieves a decent speed and what we need to do is crack the capacity crunch we are facing."

    Prof Tafazolli's work is funded by Samsung, Huawei, Fujitsu Laboratories and the UK government, among others. Alternative work is being carried out in Japan, China and elsewhere.

    Developing the technologies involved in 5G could prove lucrative.

    As an industry standard, its inventors would have to license the innovations involved to rivals, but they would be able to charge a small fee for each device that used them.

    Discussions about which part of the radio spectrum to use will take place at the UN's World Radiocommunication Conference in 2015.
    BBC News - Samsung claims 5G mobile data transmission breakthrough

  3. #3

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    Citação Postado originalmente por tekobr Ver Post
    E isso só chegará no Brasil em... façam suas apostas!
    No Brasil, não dá para apostar nem na 4G ...

    Não jogue seu celular no lixo ainda. Vai demorar para aproveitarmos todas as vantagens do 4G. Levará um ano para a rede chegar às cidades com mais de 500 mil habitantes que não serão sedes da Copa do Mundo. Só a partir de 2017 estará disponível em praticamente todo o país. Mesmo aonde o 4G chegar, o sinal não pegará em toda a cidade. E, quando houver sinal, a velocidade será algo como 5 megabits por segundo, 20 vezes menor que os 100 megabits possíveis.

    Essa defasagem entre o possível e o que temos na mão já existe no 3G. A conexão poderia funcionar a 42 megabits por segundo. As operadoras brasileiras entregam algo entre 0,5 e 1 megabit. Se você pegar um avião agora com seu smartphone 3G atual e pousar nos Estados Unidos, navegará três vezes mais rápido na rede americana, com quase a mesma velocidade do 4G brasileiro.

    As operadoras não fazem isso para boicotar o cliente. Elas alegam ser difícil investir no ritmo necessário. Importar equipamentos sai caro por causa dos altos impostos. A frequência do 4G brasileiro, de 2.500 GHz, cria outra dificuldade. O sinal é potente, mas não vai longe. Exige mais antenas para cobrir uma cidade. As operadoras ainda reclamam da burocracia para instalar antenas no Brasil, onde 250 municípios têm leis próprias para isso.
    Voc

    De qualquer jeito, quando o 5G chegar ao Brasil, o iPhone 17s produzido mundo afora não será compatível e o modelo brasileiro com selo da Anatel não estará disponivel nas lojas antes de 2030-2040.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •