Resultados 1 a 6 de 6
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,002

    Embratel terá data center de R$ 100 milhões no Rio

    Autor(es): Bruno Rosa
    O Globo - 24/05/2013


    Para José Formoso, presidente da empresa, tudo precisa melhorar até 2016


    De olho nos Jogos Olímpicos de 2016, a Embratel pretende investir R$ 100 milhões na construção de um novo data center no Rio de Janeiro. O espaço ficará em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Em entrevista ao GLOBO, o presidente da empresa, José Formoso, revelou ainda que a empresa vai destinar mais recursos na modernização de sua infraestrutura com o objetivo de aumentar a capacidade por conta do crescimento da demanda por dados.

    - Já temos dois data centers no Rio. Agora, estamos construindo um de porte maior para as Olimpíadas. Vai ficar em Guaratiba, onde há toda a operação de TV via satélite e o centro de comando e controle dos satélites - disse Formoso.

    A Embratel faz parte da América Móvil, do bilionário mexicano Carlos Slim, que comanda ainda a Net e a Claro.

    Segundo o executivo, "tudo precisa melhorar" daqui até 2016, quando o Rio recebe os Jogos. Na semana passada, por exemplo, a empresa concluiu seus investimentos na conectividade dos estádios da Copa

    - A infraestrutura de fibra ótica precisa melhorar. Temos muita fibra, mas a eletrônica muda muito, e a das Olimpíadas será a mais moderna. O 4G vai demandar mais capacidade. É uma demanda real - destacou Formoso, lembrando que a empresa, além de Claro e Net, é patrocinadora e fornecedora de tecnologia para os Jogos de 2016.

    A Embratel ainda está investindo na renovação de sua frota de satélites. No ano passado, lançou um satélite que consumiu US$ 260 milhões em investimentos. Para 2014, a empresa pretende lançar outra unidade. Além disso, destaca o executivo, a companhia está ampliando a capacidade de seus cabos submarinos, com a construção de uma nova rede, que liga os Estados Unidos e o Brasil e custou US$ 1 bilhão.

    - Algumas pontas (do cabo) já chegaram no Brasil, e estará operativo no fim do ano. Esse é um cabo que trará mais capacidade. A missão é conectar - destacou o executivo.

    Formoso lembrou ainda que a Embratel é a responsável pelos investimentos em qualidade de rede para o crescimento da América Móvil no país:

    - Estamos gerindo da melhor forma para trazer bons resultados.
    Embratel ter

  2. #2
    Quero ser Guru
    Data de Ingresso
    Feb 2011
    Posts
    83
    me parece que eles já estão vendendo cloud servers e outros serviços?

  3. #3
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Do lado de casa. Mas duvideodó que a Light vá deixar eles fazerem isso. Não tem capacidade energética suficiente naquela área para isso.

  4. #4
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    PS: Que caceta de cabo é esse que eles estão falando? É tão secreto que não saiu em nenhuma outra mídia?

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,002
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    PS: Que caceta de cabo é esse que eles estão falando? É tão secreto que não saiu em nenhuma outra mídia?
    Também achei estranho, inclusive por ter custado US$ 1 bilhão e "Algumas pontas (do cabo) já chegaram no Brasil". As outras pontas foram para outro(s) pais(es)?

    EDIT: América Móvil and Alcatel-Lucent build submarine cable for 100G transmission

    January 31, 2013

    América Móvil, a wireless services provider in Latin America, in association with Alcatel-Lucent, is constructing 17,500km submarine cable system designed for 100G transmission.

    América Móvil 1 will cover from the US to Central America and Brazil. The AMX-1 System will enable América Móvil to provide international connectivity to all its subsidiaries.

    Commercial operation of the network comprising the AMX-1 System is planned to start in late 2013. Cable route and landing surveys are complete and manufacturing of cable and repeaters is well underway.

    The AMX-1 System design is optimized for 100G transmission, with an ultimate trunk capacity of over 50 Tb/s.

    The network will benefit América Móvil 256 million wireless subscribers and 62 million fixed lines, as well as enhancing its existing fixed voice, broadband and pay T.V. services.

    América Móvil says 100G AMX-1 System deployment will help to increase their return on investment by maximizing the use of cable assets and minimizing the maintenance costs.

    “100G technology is playing a fundamental role in scalability as operators are seeking to manage their bandwidth expansion to meet increasing demands for content-rich services and to address new applications such as data center interconnection needs,” said Philippe Dumont, president of Alcatel-Lucent Submarine Networks.

    The AMX-1 System will integrate Alcatel-Lucent OALC-4 cable optimized with coherent submarine fiber (CSF), repeaters, branching units and the 1620 Light Manager (LM) submarine line terminal equipped with Advanced Coherent technology and offering unique Optical Add and Drop (OADM) flexibility to increase AMX-1 System’s direct connectivity to countries in the Americas.

    Maintenance will be performed under Alcatel-Lucent’s Atlantic Private Maintenance Agreement (APMA) which currently maintains over 100,000 km of critical submarine cable infrastructure in the Atlantic Ocean.

    http://www.telecomlead.com/telecom-e...mission-32780/
    Última edição por 5ms; 25-05-2013 às 09:50.

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,002

    America Movil to put BRL 1 billion in Brazil submarine cable

    O ponto de conexão do Brasil nos Estados Unidos será em Jacksonville!

    Thursday 7 March 2013

    America Movil, the parent company of Brazilian operators Claro, Embratel and Net Servicos, said it will invest BRL 1 billion in Brazil for the installation of the AMX-1 submarine cable, set to connect seven countries and 11 destinations. The AMX-1 will provide international and domestic high-speed connectivity so that customers can access new services, including applications in 4G, TV broadcasts in HD, broadband with ultra high speeds, or enterprise cloud.

    With 17,500 kilometers, the new submarine cable will be installed in the route coming out of North America, through Central America and arriving in Brazil in three sections: Fortaleza (Praia do Futuro), Salvador (Praia da Pituba) and Rio de Janeiro (Praia do Recreio). In addition to circumventing most of the Brazilian coast, the submarine cable will link Miami and Jacksonville (US), Barranquilla and Cartagena (Colombia), Puerto Plata (Dominican Republic), Cancun (Mexico), San Juan (Puerto Rico) and Puerto Barrios (Guatemala).
    America Movil to put BRL 1 billion in Brazil submarine cable - Telecompaper


    ...

    Cancun will be the network interconnection for the Mexican leg of the cable because of its location as the segment that's closest to Florida.

    Similar to other new Latin America-focused submarine cables such as Seabras-1, which will link the United States to Brazil, the AMX-1 is being built to accommodate the 600% rise in Mexico's broadband Internet traffic.

    In addition to Mexico, the new cable will address the growing traffic demands in North America, The Caribbean America Central and South America.
    AMX-1 submarine cable gets Mexico's regulatory approval - FierceTelecom

    Última edição por 5ms; 25-05-2013 às 10:16.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •