Resultados 1 a 6 de 6
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,023

    Liberty Reserve fecha após lavar US$ 6 bilhões

    Hackers reclamam de prejuízos após site de pagamento sair do ar

    Liberty Reserve permitia pagamentos anônimos.
    Responsável teria sido preso na Espanha após investigação.


    Uma investigação conduzida por autoridades norte-americanas em conjunto com a Costa Rica teria resultado na prisão de um empresário de 39 anos, na Espanha, durante a semana passada. Arthur Budovsky Belanchuk é acusado de ser o responsável pelo site de pagamentos Liberty Reserve, que ganhou notoriedade por permitir pagamentos anônimos. De acordo com o jornalista Brian Krebs, a indisponibilidade do site deixou diversos hackers reclamando de "prejuízos" por não conseguirem receber seus pagamentos.

    "Ficou louco? Sabe que alguns de nós perderam mais de 50k (mil) dólares, e você diz para a gente não chorar?", diz um hacker no fórum "Darkode", usado por cibercriminosos para troca de informação.

    Nascido na Ucrânia, Belanchuk foi nacionalizado costarriquenho. O Liberty Reserve era registrado na Costa Rica e as investigações no país começaram após uma solicitação de promotores em Nova York. De acordo com o promotor José Pablo González, da Costa Rica, o site era aparentemente financiado com atividades de pornografia infantil e tráfico de drogas.

    Belanchuk teria sido o criador de outra empresa semelhante, a GoldAge, nos Estados Unidos. A companhia também foi alvo das autoridades. O Departamento de Justiça norte-americano alegou que a operação da GoldAge teria resultado na lavagem de US$ 30 milhões.

    O site do Liberty Reserve foi aparentemente apreendido pelas autoridades e redirecionado para um servidor conhecido como "sinkhole". Um "sinkhole" ("ralo") substitui um servidor operado por um criminoso e registra e analisa toda a comunicação que chega até ele. É semelhante a um grampo em um telefone mudo, porém, diferente de uma pessoa que desistiria da conversa, muitos sistemas automatizados continuam enviando dados apesar da falta de resposta, gerando informações úteis para as autoridades.

    O sinkhole é operado pela organização Shadowserver, que afirmou que não poderia comentar o assunto.

    Hackers que não querem crer na possibilidade de o Liberty Reserve ter sido realmente derrubado pela polícia dizem que tudo foi orquestrado por concorrentes do site e que o problema seria passageiro.

    Um concorrente do Liberty Reserve, Perfect Money, afirmou no sábado (25) que não vai mais aceitar intermediar pagamentos de empresas e cidadãos dos Estados Unidos, mesmo que eles não estejam morando no país.
    G1 - Hackers reclamam de preju

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,023

    US prosecutes '$6bn money-laundering hub'

    The Liberty Reserve digital money service that was shut down laundered more than $6bn (£4bn) in criminal cash, US authorities have said.

    Weekend police raids in 17 countries scooped up Liberty Reserve's owners, operators and its computer hardware.

    The Department of Justice said it was the "largest international money-laundering prosecution in history".

    Liberty had about a million users and processed more than 55 million illegal transactions, said DoJ court papers.
    Cash transfer

    The documents allege that seven people involved in running Liberty Reserve set up the digital cash service as a "criminal business venture" designed specifically to "help criminals conduct illegal transactions and launder the proceeds of their crimes".

    The raids in the US, Spain, Costa Rica and other countries led to the arrests of five of Liberty Reserve's principals, including its founder Arthur Budovsky.

    The service's operators will face charges of money laundering and operation of an unlicensed money transmission system. Also arrested were many of the principal operators of exchanges that fed cash to Liberty for distribution to members of criminal gangs or as the start of the laundering process.

    The raids also garnered servers supporting the service and allowed the DoJ to seize the web domains through which the service was run.

    Behind the scenes, data traffic for the sites from regular customers was directed to a series of virtual traps, known as sinkholes, that log information about who is trying to use the service.

    In addition, it said, 45 bank accounts used by the service have been seized and action has been taken to take over the assets of 35 other sites that fed funds to Liberty Reserve for laundering.

    Some details about the scale of the Liberty Reserve operation came to light in court documents unsealed by the New York office of the DoJ, which is leading the action against the service.

    The digital money scheme run through the service was one of the world's largest, the DoJ said, and handled $6bn over the seven years it was in operation.

    Liberty Reserve was so successful that it became a "financial hub of the cyber crime world", whose users were involved in credit card theft, investment fraud, hacking, child pornography and drug trafficking.

    The shutdown has caused problems for legitimate users of Liberty Reserve, said Mitchell Rossetti, head of the EPay Tarjeta service that piggy-backed on LR.

    "Thousands upon thousands of LR users are not nor have been involved in illegal activities," he said, "but now have become victims through the closure and seizure of LR."

    "We seem to be acceptable collateral damage," he said. "We have committed no crime and want our funds returned to us."
    BBC News - US prosecutes '$6bn money-laundering hub'

  3. #3
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,023

    EUA fecham financeira na Costa Rica por crime cibernético

    terça-feira, 28 de maio de 2013 13:09 BRT

    Por Emily Flitter

    NOVA YORK, 28 Mai (Reuters) - Autoridades norte-americanas informaram nesta terça-feira que fecharam uma empresa de transferência de dinheiro, baseada na Costa Rica, que supostamente fornecia uma moeda digital amplamente utilizada em todo o mundo por cibercriminosos.

    Um comunicado afirmou que autoridades na Espanha, Costa Rica e Nova York prenderam cinco pessoas na sexta-feira e bloquearam contas bancárias e domínios da Internet associados à empresa Liberty Reserve.

    A moeda digital pode ser trocada por dinheiro.

    Além das cinco prisões, o procuradores apresentaram uma denúncia contra mais dois funcionários da empresa, que ainda estavam soltos na Costa Rica.

    De acordo com uma denúncia apresentada no Tribunal Distrital dos EUA para o distrito sul de Nova York, "a Liberty Reserve emergiu como um dos principais meios pelos quais os ciber-criminosos de todo o mundo distribuem, armazenam e lavam os lucros de sua atividade ilegal".

    A acusação afirma que a empresa tinha mais de um milhão de usuários em todo o mundo, incluindo pelo menos 200 mil nos Estados Unidos, e praticamente todos os seus negócios estavam relacionados a atividades suspeitas de crimes.

    A empresa processou em torno de 12 milhões de transações financeiras por ano. Desde que começou a operar em 2006, segundo o documento, a Liberty Reserve lavou cerca de 6 bilhões de dólares de atividades criminosas.

    Uma porta-voz da Procuradoria dos EUA para o Distrito Sul de Nova York não quis comentar.
    EUA fecham financeira na Costa Rica por crime cibern

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,023

    Empresa com sede na Costa Rica é acusada de lavagem de dinheiro bilionária

    Autoridades americanas anunciaram nesta terça-feira o desmantelamento de um gigantesco sistema de lavagem de dinheiro no valor de 6 bilhões de dólares, realizado por uma companhia financeira sediada na Costa Rica.

    Cinco integrantes da direção e empregados da companhia Liberty Reserve foram detidos na última sexta-feira em operações na Costa Rica, na Espanha e em Nova York, segundo um comunicado da procuradoria-geral de Manhattan.

    Este é o "maior caso de lavagem de dinheiro do mundo", indicaram as autoridades americanas.

    "A companhia com sede na Costa Rica, que opera um sistema cambial online muito popular fora do controle dos governos nacionais, é acusada de ter lavado dinheiro no valor de 6 bilhões" de dólares através de transações ilegais, afirmou a procuradoria.

    "A Liberty Reserve realizou supostamente ao menos 55 milhões de transações ilegais para ao menos um milhão de usuários de todo o mundo e facilitou condutas criminosas globais", afirma o comunicado.
    Not

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,023

    Empresa de câmbio on-line ajudou a lavar US$ 6 bilhões, dizem EUA

    MARC SANTORA
    WILLIAM K. RASHBAUM
    NICOLE PERLROTH
    DO "NEW YORK TIMES"

    Os operadores do que as autoridades dos Estados Unidos descrevem como uma das maiores organizações mundiais de lavagem de dinheiro e um polo para criminosos que comercializam toda forma de artigos ilícitos, de identidades roubadas a pornografia infantil, foram indiciados na terça-feira por procuradores federais americanos em Nova York.

    A organização, Liberty Reserve, foi responsável pela lavagem de mais de US$ 6 bilhões nos últimos sete anos, com milhões de clientes em todo o mundo, de acordo com o indiciamento.

    Os promotores dizem que a empresa "facilitava a conduta criminal em todo o mundo" e que o caso, que envolveu a cooperação de agências policiais de 178 países, é visto como um dos maiores processos internacionais por lavagem de dinheiro da história.

    As acusações detalham um complicado sistema criado para permitir que pessoas transfiram pequenas e grandes quantias por todo o mundo, de forma virtualmente anônima, de acordo com o indiciamento anunciado pela procuradoria federal americana em Manhattan.

    O indiciamento acusa sete dirigentes e funcionários da empresa. Cinco deles foram detidos na sexta-feira na Espanha, Costa Rica e em Brooklyn.

    "O Liberty Reserve era de fato usado extensamente para fins ilegais, funcionando na prática como banco preferencial para o submundo criminoso", o indiciamento alega.

    O Liberty Reserve, um sistema de câmbio on-line, se tornou veículo preferencial para transferência de dinheiro entre os envolvidos em diversos crimes cibernéticos que atraíram muita atenção recentemente, entre os quais um caso que resultou no indiciamento de oito pessoas em Nova York por seu envolvimento no roubo de US$ 45 milhões em caixas automáticos de 27 países.

    O Liberty Reserve foi constituído na Costa Rica em 2006, por Arthur Budovsky, que renunciou à sua cidadania americana em 2011 e foi detido sexta-feira na Espanha.

    Preet Bahara, o procurador federal norte-americano em Manhattan, tinha uma entrevista coletiva marcada na sexta-feira para anunciar as acusações, em companhia de funcionários do Departamento da Justiça, Serviço Secreto, Internal Revenue Service (IRS, o serviço federal de receita norte-americano) e Departamento de Segurança Interna.

    Além das acusações criminais, cinco nomes de domínio foram confiscados, entre os quais o usado pelo Liberty Reserve, e as autoridades fecharam ou restringiram as atividades de 45 contas bancárias.

    As acusações delineiam como o sistema de transferência de dinheiro opera, oferecendo um vislumbre do nebuloso mundo das transações financeiras on-line, que transferem dinheiro em um piscar de olhos de lugares distantes como o Chipre para, por exemplo, Nova York.

    A fim de transferir dinheiro por meio do Liberty Reserve, o usuário precisa apresentar nome, endereço e data de nascimento. Mas não é necessário validar sua identidade. "Portanto, é fácil abrir contas com o uso de identidades fictícias ou anônimas", o indiciamento aponta. Os promotores mencionam nomes "estrondosamente criminosos" usados por clientes do Liberty Reserve, entre os quais "Hackers Russos".

    Essencialmente, tudo que um cliente precisa para abrir uma conta é um endereço de e-mail.

    ANONIMATO

    Um importante funcionário de uma organização policial informou que um agente operando infiltrado conseguiu registrar contas sob nomes como "Joe Falso" e descrições de função como "para comprar cocaína", sem ser questionado. O fato de que não existia um sistema de verificação fez do Liberty Reserve o banco preferencial para os criminosos cibernéticos, facilitando ampla gama de atividades ilegais on-line.

    Depois de estabelecer uma conta, o usuário podia enviar dinheiro a ou receber dinheiro de outros clientes do serviço.

    Mas o Liberty Reserve não recebia ou fazia pagamentos em dinheiro diretamente. Em lugar disso, usava "cambistas" externos para isso, de acordo com o indiciamento. Os cambistas recebiam e faziam pagamentos e depois creditavam ou debitavam as contas no Liberty Reserve. As autoridades tomaram o controle de quatro bolsas de câmbio que operavam com o Liberty Reserve, e de 35 outros sites.

    Isso permitia que o Liberty Reserve não recolhesse informações bancárias sobre seus clientes e não oferecesse um "histórico centralizado de documentos".

    O Liberty Reserve recomendava uma série de "cambistas aprovados" aos seus usuários, que tendiam a ser "negócios não licenciados de transferência de dinheiro sem fiscalização governamental ou regulamentação significativa, concentrados na Malásia, Rússia, Nigéria e Vietnã", afirma o indiciamento.

    As pessoas que aceitavam pagamentos via Liberty Reserve eram "em sua maioria esmagadora criminosos", de acordo com um indiciamento.

    "Entre eles havia traficantes de dados roubados de cartões de crédito e informações pessoais de identidade; praticantes de diversas espécies de esquemas de pirâmide e enriquecimento rápido on-line; hackers oferecendo serviços; serviços de apostas não regulamentados; e sites clandestinos de comércio de drogas", de acordo com o indiciamento.

    Tradução de PAULO MIGLIACCI
    Folha de S.Paulo - Mundo - Empresa de cmbio on-line ajudou a lavar US$ 6 bilhes, dizem EUA - 28/05/2013

  6. #6
    Acredito que o site tenha sido usado para este fim devido a falta de verificação de identidade (transferências anônimas) porem o serviço em si era muito bom com taxas muito competitivas se comparado ao paypal e outros meios de pagamento.
    Blunet Host | Revenda de Hospedagem | VPS no Brasil | Twitter: @blunethost

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •