Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 11
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,998

    Dólar supera R$ 2,30 e BC faz maior intervenção em 11 anos

    Autor(es): Por José de Castro e Silvia Rosa | De São Paulo
    Valor Econômico - 01/08/2013


    O Banco Central adotou a postura mais atuante no mercado de câmbio desde o auge da crise financeira de 2008, ao realizar ontem três leilões de swap cambial tradicional (derivativo que equivale a uma venda de dólares no mercado futuro) no mesmo dia. Para especialistas, o Banco Central teve a clara intenção de marcar território e passar a mensagem de que defenderá o teto de R$ 2,30 para o dólar no curto prazo ou, pelo menos, agirá para que uma nova mudança de patamar no câmbio ocorra de maneira suave.

    Considerando apenas operações de swap cambial, foi o maior número de intervenções em apenas uma sessão desde agosto de 2002, quando o dólar operava acima de R$ 3,00 pressionado por uma intensa desconfiança de investidores no plano político. Durante a crise de 2008/2009, o BC chegou a fazer mais intervenções num único dia, com a venda de swaps cambiais junto com injeção de moeda diretamente no mercado à vista, tentando conter a pressão cambial causada pela brusca queda de liquidez em todo o mundo.

    A preocupação maior da autoridade monetária com uma nova disparada do dólar decorre dos efeitos desse movimento na inflação, que em 12 meses segue batendo no teto da meta, de 6,5%. Os profissionais avaliam que, uma vez alcançado o teto "psicológico" de R$ 2,30, a tarefa do BC pode ficar mais difícil, e a autoridade monetária poderia ser levada a voltar a injetar dólares diretamente no mercado, ainda que o quadro não indique problemas de liquidez.

    Ontem, a agitação começou a tomar conta do mercado cambial logo após a primeira hora de negócios, depois de os Estados Unidos divulgarem dados acima do esperado de crescimento da economia (PIB) e emprego. O dólar ganhou força rapidamente e superou os R$ 2,30, levando o Banco Central a anunciar o primeiro leilão de swap cambial do dia.

    A pressão sobre o real, contudo, não foi aplacada, e o BC anunciou um segundo leilão, ofertando novamente 30 mil contratos. Com a moeda ainda pressionada, o BC intensificou a intervenção e anunciou um terceiro leilão de swaps, com oferta de 15 mil papéis. Contudo, a autoridade monetária não conseguiu colocar nenhum contrato nessa última intervenção. No total, o BC vendeu US$ 2,25 bilhões, de uma oferta de US$ 3,75 bilhões.

    Na avaliação do gerente de derivativos cambiais da CGD Investimentos, Jayro Rezende, o cenário para o dólar no Brasil está adquirindo contornos que exigem uma atuação mais incisiva do Banco Central.

    "No terceiro leilão, o BC deveria ter voltado a ofertar 30 mil papéis. Uma oferta maior passaria uma mensagem mais firme de controle do movimento do dólar. Não estamos falando aqui de impedir movimentos, mas sim de suavizá-los, e esse é o papel do BC", afirma Rezende.

    Com as vendas de swap, ontem, o BC elevou sua posição passiva em dólar - ou seja, que ganha com a queda da moeda americana - a US$ 29,102 bilhões, considerando apenas o estoque do BC em swaps cambiais.

    Para a estrategista de câmbio para a América Latina do Royal Bank of Scotland, Flavia Cattan-Naslausky, a contínua alta do dólar a despeito de uma intervenção dessa magnitude denuncia que o mercado perdeu a "referência" da moeda brasileira.

    Segundo ela, os três leilões de swap cambial tradicional realizados pelo Banco Central somente ontem chancelam a ideia de o nível de R$ 2,30 ser um teto a ser firmemente defendido pela autoridade. "Mas, uma vez que o dólar já alcançou esse nível, vai ficar mais difícil para o BC evitar novas altas e isso exigiria que ele ampliasse e intensificasse as intervenções", diz.

    Para Flavia, o quadro ainda não indica problemas de liquidez, mas o fato de o BC ter elevado sua posição vendida em dólar pelos contratos de swap a quase US$ 30 bilhões desde maio e, ainda assim, a moeda ter se mantido em alta mostra que a autoridade monetária pode precisar injetar dinheiro diretamente no mercado.

    "Os leilões de linhas de dólares seriam uma opção. Mas ainda acredito que o BC vai continuar usando os swaps, já que a questão não envolve uma falta de liquidez, e sim especulação", diz.
    D

  2. #2
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106
    e lá vamos nós....
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  3. #3
    Quero ser Guru
    Data de Ingresso
    Feb 2013
    Localização
    Pomerode - SC
    Posts
    82
    Prevejo empresas fechando em 3, 2, 1...
    Hospedagem de Sites - Registro de Domínios - Lojas Virtuais - E-mail Marketing
    Twitter: @ddrhost -- Site: www.ddrhost.com.br

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Posts
    1,608
    Citação Postado originalmente por ddrhost Ver Post
    Prevejo empresas fechando em 3, 2, 1...
    Acho que um aumento desses insignificante p/ quebrar uma empresa.

    Apenas diminui os lucros.

    Se o empreendedor não tem margem de lucro p/ trabalhar acho que o encerramento é apenas uma questão de tempo (independente do aumento do dolar), principalmente por trabalhar e não ver retorno ou ver um retorno muito baixo...

    Outro fator que acho que poderia influenciar é lucro baixo x baixas vendas x inadimplência...isso sim pode influenciar no encerramento na minha opinião.
    oGigante.com*• Revenda de Hospedagem Cloud Linux + WHMCS Grátis
    VWhost.com.br • Revenda de Hospedagem Linux Cpanel + CloudFlare
    Zocka.com.br • Hospedagem de Sites Cpanel + Construtor de Sites

  5. #5
    Web Hosting Guru
    Data de Ingresso
    May 2011
    Posts
    331
    Só quem é muito ruim de planejamento, dificuldades ok, mas o cenário é diferente de 2008/2009 em 2009 eu pagava $ 239 em um quad core com 2x250gb 4gb ram hoje eu pago $ 115 em um dual xeon com 24gb Ram e 2x1tb já com cpanel,antes SL e Liquidweb tinham um grande diferencial mas hoje não existe essa distância, ou seja, o dolar aumentou mais os servidores melhoraram e ficaram mais baratos e ainda temos o cloudlinux pra diminuir abusos e outros mais, portanto existe um equilibrio.

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,998
    Enquanto uma empresa pode estar perfeitamente azeitada (em termos microeconomicos), ela não é imune aos efeitos macroeconomicos provocados pelas desvalorizações cambiais e pode estar sujeita a quebrar em 3 .. 2 ... 1.

    O que eu sempre digo para os meus clientes é que empresário não tem o direito de ser surpreendido por nada.

  7. #7
    {topmember}
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    596
    O Dolar chega a 3.00 até o final do ano.

  8. #8
    Web Hosting Guru
    Data de Ingresso
    May 2011
    Posts
    331
    Citação Postado originalmente por DuranDuran Ver Post
    O Dolar chega a 3.00 até o final do ano.
    Claro que não chega.

  9. #9
    Louco pelo WHT Brasil
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Posts
    101
    Ele vai passar de 3 reais.

  10. #10
    Web Hosting Guru
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Localização
    Redenção-Pará
    Posts
    332
    Não e nada animador o cenário do Preço do dólar até o final do ano e principalmente 2014...
    Ano de eleição/Copa do mundo e muita coisa. Isso não será uma dobradinha boa para o valor do real frente ao dolar.

    Fora que nossa presidente e uma "Ótima", administradora...

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •