Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 13
  1. #1
    Membro
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Posts
    5

    Hospedagem de sites e as pequenas empresas no Brasil

    Os números referentes às Pequenas Empresas no Brasil, refletem o paradoxo que existe entre o título dado ao segmento, “pequenas empresas”, e o enorme potencial de negócio relacionado a ele.

    Embora seja de conhecimento geral os problemas que o pequeno empresário brasileiro enfrenta, principalmente no que diz respeito à pesada carga tributária e aos enormes encargos trabalhistas, os números a seguir podem contribuir para que se enxergue o copo “meio cheio” ao invés de “meio vazio”.

    • Entre os 6.000.000 de empresas legalmente estabelecidas no Brasil, 99% são pertencentes so segmento “pequenas”.

    • Pequenas empresas representam 25% do Produto Inteno Bruto nacional, que é hoje o 8o maior do mundo (acima de US$2.0000.0000.0000)

    • O segmento de Pequenas Empresas é responsável pela contratação de 60% dos empregos formais existentes no país.
    • Finalmente, 99.8% de todos os novos negócios abertos analmente no Brasil, são Pequenas Empresas.

    De acordo com o TIC Empresas 2009, pesquisa feita com empresas brasileiras sobre o uso da Tecnlogia da Informação e Comunicacão, apenas 45 % das empresas com menos de 50 funcionários, possuem web site.

    É impossível que o potencial do mercado de hospedagem de sites no Brasil seja ilustrado com maior clareza do que através dos números expressos acima. Oportunidades óbvias não só de hospedagem, mas também de desenvolvimento, estão disponíveis a quem estiver atento e apto a indetificá-las.

    A grande pergunta, que talvez valha 55% do mercado, é por que isto ainda acontece? Com é possível que apesar do explícito e massivo crescimento da internet no mundo todo, pequenos empresários brasileiros ainda não se dêm conta da importância e do valor que ela pode agregar a seus negócios?

    Em nossa opinião, isto se deve a uma combinação de limitações em esforços de vendas e esforços educacionais. O empresário de hospedagem brasileiro concentra seus esforços no cresimento e aprimoraento técnico dos serviços prestados por suas empresas e esquece de dedicar-se com a mesma inetnsidade ao lado comercial.

    Acreditamos que investimento de tempo e recursos a um planejamento de vendas adequado pode resultar em crescimento da base de cliente e consequentemente, proporcionar o retorno deste investimento em pequeno e médio prazo.

    Com relação ao aspecto educacional da internet, este é exatamente um dos principais objetivos deste fórum que hoje aqui inauguramos. Esperamos que os assuntos aqui levantados sejam amplamente discutidos e ajudem na difusão das empresas de hospedagem de sites junto ao mercado, Acima de tudo, desejamos que os assuntos aqui abordados sirvam como troca de experiências que trarão benefícios amplos e objetivos a todos envolvidos neste ramo..

    Sejam bem vindos e sintam-se sempre à vontade para utilizar este espaço e dividir sua opinião e conhecimento conosco.
    EduAfini
    Consultor de Marketing

  2. #2
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Pantanal
    Posts
    142

    Question E o uso de email grátis por empresas?

    Outro aspecto interessante, é que alem das empresas estarem fora da internet, elas adotam o uso de endereços de email grátis.

    Parece que não fica claro para estas empresas, que ao fazerem isso, estão fazendo propaganda do provedor (ex. hotmail, gmail, bol, etc) e deixando de fazer a sua própria propaganda e fixação de sua marca.

    Em alguns casos, encontramos empresas que não tinham conhecimento que o custo de se ter no mínimo seu domínio garantido e utilizar os emails personalizados com o nome da empresa fossem tão baixos, o que seria mais fácil de entender do que algumas que responderam: - não gasto um tostão com isso!

    Recentemente, entramos em contato com 21 empresas próximas a nossa, que identificamos estarem usando emails grátis e que o domínio com o nome de sua empresa estava livre, e simplesmente nenhuma se interessou.

    Fica a pergunta: - o que será preciso para que estas empresas entendam a importância de se estar na internet (e corretamente)?
    Eu venci? Irado...então posso surfar de novo?

  3. #3
    Membro
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Posts
    5
    Citação Postado originalmente por João Frango Ver Post
    Outro aspecto interessante, é que alem das empresas estarem fora da internet, elas adotam o uso de endereços de email grátis.

    Parece que não fica claro para estas empresas, que ao fazerem isso, estão fazendo propaganda do provedor (ex. hotmail, gmail, bol, etc) e deixando de fazer a sua própria propaganda e fixação de sua marca.

    Em alguns casos, encontramos empresas que não tinham conhecimento que o custo de se ter no mínimo seu domínio garantido e utilizar os emails personalizados com o nome da empresa fossem tão baixos, o que seria mais fácil de entender do que algumas que responderam: - não gasto um tostão com isso!

    Recentemente, entramos em contato com 21 empresas próximas a nossa, que identificamos estarem usando emails grátis e que o domínio com o nome de sua empresa estava livre, e simplesmente nenhuma se interessou.

    Fica a pergunta: - o que será preciso para que estas empresas entendam a importância de se estar na internet (e corretamente)?

    Se não for possível convencer os pequenos empresários mostrando-se os benefícios de se utilizar a internet de forma produtiva, sempre pode-se mostrar o que algum concorrente esteja fazendo neste sentido. Ninguém gosta de ficar atrás da concorrência e este, por si só, pode ser um argumento convincente.
    EduAfini
    Consultor de Marketing

  4. #4
    Membro
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Passargada
    Posts
    13
    @Frango

    O domínio é realmente importante, agora o email eu conheço um pequeno empresário que desistiu de usar o personalizado. Antes da era do Google Apps ele perdeu emails e negócios confiando em hospedagem compartilhada bem baratinha e de péssima qualidade.

    De nada adiantou eu falar que isso mudou e que o problema foi o plano escolhido. Perderam a confiança.

    abs,
    Tango, India, Alpha, Oscar

  5. #5
    Citação Postado originalmente por João Frango Ver Post
    Outro aspecto interessante, é que alem das empresas estarem fora da internet, elas adotam o uso de endereços de email grátis.

    Parece que não fica claro para estas empresas, que ao fazerem isso, estão fazendo propaganda do provedor (ex. hotmail, gmail, bol, etc) e deixando de fazer a sua própria propaganda e fixação de sua marca.

    Em alguns casos, encontramos empresas que não tinham conhecimento que o custo de se ter no mínimo seu domínio garantido e utilizar os emails personalizados com o nome da empresa fossem tão baixos, o que seria mais fácil de entender do que algumas que responderam: - não gasto um tostão com isso!

    Recentemente, entramos em contato com 21 empresas próximas a nossa, que identificamos estarem usando emails grátis e que o domínio com o nome de sua empresa estava livre, e simplesmente nenhuma se interessou.

    Fica a pergunta: - o que será preciso para que estas empresas entendam a importância de se estar na internet (e corretamente)?
    Ainda estamos na era da inclusão digital e existe muitos empresários que acha que esse tipo de marketing não vai lhe trazer nenhum beneficio e sim somente dispensa "gente antiga" o que tetamos aqui e mostrar os benefícios para esses empresários a importância de se ter sua marca na internet.

  6. #6
    Membro
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Posts
    5
    O que convence o empresariado é a prova do retorno financeiro.

    Infelizmente, no Brasil, para muitas empresas a necessidade de presença online se restringe a um e-mail que funcione. Some isso ao amadorismo que abunda entre as "empresas" que provêem serviços de hospedagem e desenvolvimento de sites e fica fácil compreender o quadro.

    Trabalho especificamente no mercado de hospedagem de sites há mais de 8 anos, e vejo claramente o fim dele nos próximos anos para as pequenas empresas assim como ocorreu com o mercado de acesso à internet (lembram dos provedores de bairro?). Posso estar errado, mas me parece que a mesma baixa de custos que fez a oferta explodir (qualquer adolescente pega um VPS com a mesada, monta um site e se diz "provedor") vai acabar por concentrar o mercado na mão de poucas grandes. O valor intrínseco da hospedagem, por si, vai virar pó. O dinheiro vai vir dos serviços que forem agregados a ela.

    Enfim, o caminho é agregar valor, oferecer soluções prontas e com indicações concretas de resultado. Esse mercado tem presente e futuro.

  7. #7
    Aspirante a Evangelist
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    São Paulo
    Posts
    386
    Outro problema em se usar e-mails gratis é a grande dificuldade de se controlar o spam.
    A maioria destas empresas ainda usam pequenos filtros para combater seus spams o que se torna e muito precário na hora de se bloquear um spam.
    Temos que mostrar aos clientes que o uso correto de dominios alem de uma politica correta de segurança na conta do cliente pode ajudar e muito a empresa.

  8. #8
    Quero ser Guru
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Posts
    40
    Sem dúvidas o domínio é uma parte importante para a empresa,
    o email contato@suaempresa.com ou sac@suaempresa.com ou até outros, enriquecem a campanha de marketing da empresa, além de chamarem atenção do consumidor. Tem que ser falado aos donos da empresa de modo que mostre quais são os benefícios de estar utilizando o email personalizado e quais são os malefícios de estar utilizando email grátis.

  9. #9
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,678
    Citação Postado originalmente por rsferreira Ver Post
    Trabalho especificamente no mercado de hospedagem de sites há mais de 8 anos, e vejo claramente o fim dele nos próximos anos para as pequenas empresas assim como ocorreu com o mercado de acesso à internet (lembram dos provedores de bairro?). Posso estar errado, mas me parece que a mesma baixa de custos que fez a oferta explodir (qualquer adolescente pega um VPS com a mesada, monta um site e se diz "provedor") vai acabar por concentrar o mercado na mão de poucas grandes. O valor intrínseco da hospedagem, por si, vai virar pó. O dinheiro vai vir dos serviços que forem agregados a ela.

    Enfim, o caminho é agregar valor, oferecer soluções prontas e com indicações concretas de resultado. Esse mercado tem presente e futuro.
    Na verdade esse fim já começou tem uns 2 anos, com a transformação da conectividade em commodity. Os preços de banda caíram tanto que passaram a ser ignorados, muitos provedores já vendem portas "unmetered" sem compartilhamento a um preço decente ou então não cobram excessos de banda. As operadoras (nos EUA) passaram a basear seus preços nas suas vantagens competitivas ("somos a melhor para a Ásia, então custamos tanto; somos a melhor para a América Latina, então podemos cobrar tanto") e as "genéricas" acabaram se vendendo para outras maiores.
    A moda agora é SaaS e IaaS, não tem mais plataforma ou coisa, é só o serviço (e-mail, aplicação, CRM, etc). Quem ainda ficar no modelo de "x servidores com y de banda" vendendo só infraestrutura sem agregar serviços ou vantagens competitivas, vai ter dificuldade em enfrentar o mercado, e vai ter vida curta.

  10. #10
    Membro
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Passargada
    Posts
    13
    Citação Postado originalmente por rsferreira Ver Post
    (...) Posso estar errado, mas me parece que a mesma baixa de custos que fez a oferta explodir (qualquer adolescente pega um VPS com a mesada, monta um site e se diz "provedor") vai acabar por concentrar o mercado na mão de poucas grandes. O valor intrínseco da hospedagem, por si, vai virar pó. O dinheiro vai vir dos serviços que forem agregados a ela.

    Enfim, o caminho é agregar valor, oferecer soluções prontas e com indicações concretas de resultado. Esse mercado tem presente e futuro.
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Na verdade esse fim já começou tem uns 2 anos, com a transformação da conectividade em commodity. (...)
    A moda agora é SaaS e IaaS, não tem mais plataforma ou coisa, é só o serviço (e-mail, aplicação, CRM, etc). Quem ainda ficar no modelo de "x servidores com y de banda" vendendo só infraestrutura sem agregar serviços ou vantagens competitivas, vai ter dificuldade em enfrentar o mercado, e vai ter vida curta.
    rsferreira e cresci,

    Achei perfeita a análise de vocês. Eu também já vinha percebendo essa tendência e acho que é uma mudança inevitável. O difícil é o tal do agregar valor.

    Acho que esse é um dos motivos de recentemente ter crescido tanto o número de empresas oferecendo soluções de email marketing. Chega a ser ridículo pois muitas são meras transmissoras de spam e nada mais. Uma a tal da "imaladireta" usa de tantas táticas de spameiro que eu já coloquei na blacklist pelo nome: qualquer mensagem em que no header tiver "imaladireta" escrito em qualquer lugar que não seja o subject vai para /dev/null direto.
    Tango, India, Alpha, Oscar

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •