Resultados 1 a 3 de 3
  1. #1
    Aspirante a Evangelist
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Posts
    352

    Brasileiro entra para o Hall da Fama da internet

    http://exame.abril.com.br/tecnologia...ma-da-internet


    O escolhido foi Demi Getschko, que estabeleceu a primeira conexão brasileira com a internet em 1991

    São Paulo - O Brasil já pode se orgulhar de ter um representante no IHoF (Internet Hall of Fame), espécie de hall da fama que reúne pessoas importantes para a história da internet.

    O escolhido foi Demi Getschko, atual diretor do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR). Com diploma de PhD em engenharia eletrônica pela USP, Getschko é hoje professor da PUC-SP.

    De acordo com a comissão que concedeu a homenagem, ele teve "um papel chave no time que estabeleceu a primeira conexão de internet no Brasil".

    Internet no Brasil

    A primeira conexão de internet no Brasil surgiu em janeiro de 1991. Getschko era então coordenador de operações da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa.

    Naquela ocasião, ele estabeleceu uma conexão entre a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo) e a rede Energy Sciences Network, nos Estados Unidos.

    Pelo feito, Getschko foi homenageado na categoria "conectores globais", juntamente de outras 11 pessoas que deram contribuições significantes para o crescimento e uso da Internet.

    IHoF

    Além de Getschko, outras 23 pessoas deverão entrar para três diferentes categorias do IHoF em 2014. O prêmio foi Criado em 2012 pela ONG Internet Society, de Hong Kong - onde aconteceu a cerimônia de entrega das homenagens na última terça.

    "O Internet Hall of Fame celebra os pioneiros de uma tecnologia que transformou o modo como vivemos, trabalhamos e aprendemos" , afirmou durante o evento John Tsang, representante do governo de Hong Kong.

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,983
    Não é tão simples assim ...

    Na área de Redes Locais, dois grandes projetos foram desenvolvidos: a Rede em Anel de Cambridge, e em conjunto com PUC, IME, LNCC e LARC o NCE participou da criação do projeto RedeRio, que visava integrar universidades e centros de pesquisa através Rede Nacional de Pacotes (Renpac), da Embratel. Esse projeto foi o ponto de partida para a utilização da Bitnet e, mais tarde, da Internet no Brasil.

    A história da Rede Rio/FAPERJ sempre esteve associada ao pioneirismo. À época de sua inauguração, em 1992, as concessionárias de comunicação ainda não ofereciam circuitos dedicados (linhas privadas digitais) de dados para interligação das instituições participantes. Assim, este tipo de serviço foi implantado por intermédio da própria Rede, que adquiriu os modems instalados posteriormente nas centrais da TELERJ. As linhas operavam a 64 Kbps - velocidade de transmissão considerada de ponta naqueles dias.

    Dois anos mais tarde, a Rede foi a primeira da América Latina a transmitir ao vivo, a partir do Rio de Janeiro, as sessões de um simpósio internacional de telecomunicações por meio do sistema MBONE (Multicast Backbone). No mesmo ano, a Rede Rio/FAPERJ promoveu a primeira vídeo-conferência ligando a Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia (COPPE/UFRJ) e o Rio Datacentro (RDC) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

    ...

    Alguns nomes que hoje fazem parte da história da Informática no Brasil compuseram os quadros técnicos do NCE, como Tércio Pacitti, Ivan da Costa Marques, Newton Faller, Ysmar Viana, Paulo Bianchi, Júlio Salek e muitos outros.
    Última edição por 5ms; 10-04-2014 às 15:00.

  3. #3
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,983
    BITNET was a cooperative USA university computer network founded in 1981 by Ira Fuchs at the City University of New York (CUNY) and Greydon Freeman at Yale University. The first network link was between CUNY and Yale.

    The requirements for a college or university to join BITNET were simple:


    • Lease a data circuit (phone line) from a site to an existing BITNET node.
    • Buy modems for each end of the data circuit, sending one to the connecting point site.
    • Allow other institutions to connect to a site without chargeback.


    From a technical point of view, BITNET differed from the Internet in that it was a point-to-point "store and forward" network. That is, email messages and files were transmitted in their entirety from one server to the next until reaching their destination. From this perspective, BITNET was more like Usenet.

    BITNET came to mean "Because It's Time Network", although the original meaning was "Because It's There Network".

    Bitnet's NJE (Network Job Entry) network protocols, called RSCS, were used for the huge IBM internal network known as VNET. BITNET links originally ran at 9600 baud. The BITNET protocols were eventually ported to non-IBM mainframe operating systems, and became particularly widely implemented under VAX/VMS in addition to DECnet.

    At its zenith around 1991, BITNET extended to almost 500 organizations and 3,000 nodes, all educational institutions. It spanned North America (in Canada it was known as NetNorth), Europe (as EARN), Israel (as ISRAEARN), India (TIFR) and some Persian Gulf states (as GulfNet). BITNET was also very popular in other parts of the world, especially in South America, where about 200 nodes were implemented and heavily used in the late 1980s and early 1990s. With the rapid growth of TCP/IP systems and the Internet in the early 1990s, and the rapid abandonment of the base platform (IBM mainframe) for academic purposes, BITNET's popularity and use diminished quickly.
    http://en.wikipedia.org/wiki/BITNET
    Última edição por 5ms; 10-04-2014 às 15:10.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •