Resultados 1 a 5 de 5
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,047

    Ascenty recebe duas certificações internacionais

    Data center da empresa obtém as certificações SSAE 16 e ISAE 3402 tipo II

    Campinas, 09 de abril de 2014 - A Ascenty acaba de receber duas certificações internacionais importantes no mercado de data centers, que atestam a qualidade, segurança e eficiência dos seus processos e dos serviços prestados aos clientes. Uma é a SSAE 16 tipo II, padrão adotado nos Estados Unidos, e a outra, a ISAE 3402 tipo II, padrão europeu. Ambas representam uma evolução da antiga SAS 70 e são concedidas a empresas que comprovam, por meio de um processo de auditoria externa, que seus processos são eficientes, eficazes e estão de acordo com os padrões internacionais.


    O projeto, conduzido pela Ascenty em conjunto com a empresa de auditoria independente Ernst&Young, contemplou os processos e controles de manutenção em infraestrutura, políticas e controles de acesso e segurança física. O objetivo foi conferir a validade, na prática, do que foi apresentado na fase do projeto de certificação do tipo I, realizada há seis meses no data center da empresa, em Campinas.

    Nessa nova avaliação, foi preciso mostrar, a partir da coleta de evidências, que os processos realmente são usados e funcionam de fato. Para os clientes da Ascenty, esse relatório pode ser utilizado para atender aos requisitos de suas auditorias independentes - especialmente os que precisam atender à Lei Sarbanes-Oxley. “Essas validações confirmam nosso compromisso com a transparência e a segurança para os clientes que utilizam nossos serviços”, explica Lúcia Romão, supervisora de Processos de Data Center da Ascenty.
    http://www.ascenty.com/noticias/ver/55

  2. #2
    Nós mesmos quase fechamos com eles, mas ficamos com a ALOG.

    A Ascenty é um excelente DC, tem uma infra nível "loira de olhos azuis", ou pra quem preferir "morena de olhos verdes".

    Entretanto, o custo por Mb/s é bem alto, mesmo em qtde, por causa da região. Fora que a distância daqui (Barueri/Alphaville) x Campinas era "gigantérrima" comparada com a Alog SP2.

  3. #3
    Louco pelo WHT Brasil
    Data de Ingresso
    Jan 2011
    Localização
    Aveiro, Portugal
    Posts
    154
    Sem desmerecer qualquer certificação do mercado (quem sou eu para isso) - mas perdi a fé em "certificações" depois que vi uma placa nas estações das BARCAS S/A (que faz a travessia Rio-Niterói), onde dizia que a BARCAS S/A tinha um ISO-XXXXX de qualidade de atendimento ao consumidor.

    Na época fui rindo durante toda a travessia, e cheguei a escrever para a empresa que emite a certificação ISO perguntando se realmente era verdade, e eles disseram que sim, que o certificado era válido e autêntico.

    Depois daquele dia perdi a fé que tinha em certificações.


  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,047
    O problema não é a certificação e sim o logro que as pessoas são levadas a acreditar, muito especialmente as certificações de qualidade, que são exploradas como sendo qualidade do produto, serviço, método, tecnologia, bla bla bla e não é nada disso, é certificação de controles da empresa.

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,037
    Exato, o que está certificado é que a empresa sabe exatamente o nível de qualidade, ou falta dela...

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •