Página 1 de 8 123 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 75

Tópico: Atom x VPS

  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Localização
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    2,289

    Question Atom x VPS

    cresci, antes de tudo faço uma pergunta: tem como limitar o processamento de um VPS? Na minha opinião poderia limitar por cores, ou seja, se o cliente contratar 1 core ele não pode usar mais do que isso, e se tentar usar dá overflow igual a um servidor dedicado.

    Estava pesquisando algumas coisas e cheguei a conclusão que não existe empresas limitando isso, o que faz um servidor Atom ser muito mais interessante que um VPS em um super Xeon, pois no Atom você terá certeza que o processador é só seu, já em um VPS num servidor qualquer basta que 1 VPS use acima da média para feder tudo...

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    @tekobr

    Pelo que andei lendo no WHT-US, processador não tem sido o gargalo nos servidores rodando VPS. O bicho pega é no I/O e esse mesmo bicho vai pegar (até mais) num ATOM com apenas 1 HD SATA se você tiver um monte de sites com forte uso de I/O. Antigamente, servidor que não tivesse HD SCSI (hoje SAS) não era servidor. Note também que uma boa empresa de hospedagem compartilhada não usa LAMP + mail server, ou seja, não mistura laranjas com parafusos. Uma coisa é você otimizar um servidor dedicado para banco de dados, outra é para Apache, outra para e-mail, e por aí vai. Na minha opinião, quem revende deveria procurar vendedores oferecendo soluções de cluster, do tipo H-Sphere, e aí, quem sabe, ter um Atom dedicado pendurado no cluster do vendedor. Do mais a mais, tem vários provedores oferecendo servidores com processadores melhores do que o Atom com custo semelhante.
    Última edição por 5ms; 09-05-2011 às 11:24.

  3. #3
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Citação Postado originalmente por tekobr Ver Post
    cresci, antes de tudo faço uma pergunta: tem como limitar o processamento de um VPS? Na minha opinião poderia limitar por cores, ou seja, se o cliente contratar 1 core ele não pode usar mais do que isso, e se tentar usar dá overflow igual a um servidor dedicado.

    Estava pesquisando algumas coisas e cheguei a conclusão que não existe empresas limitando isso, o que faz um servidor Atom ser muito mais interessante que um VPS em um super Xeon, pois no Atom você terá certeza que o processador é só seu, já em um VPS num servidor qualquer basta que 1 VPS use acima da média para feder tudo...
    Não sei como está o estado disso no Virtuozzo/OpenVZ. Já no Xen e no VMWare dá até pra dizer quantos Mhz o sujeito pode usar no máximo, e quantos Mhz mínimo ele vai ter garantido.

  4. #4
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    By the way, do ponto de vista do provedor, o servidor Atom é mil vezes melhor. Ocupa pouquíssimo espaço, e quase nada de energia, e é relativamente barato.

  5. #5
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    Pelo que andei lendo no WHT-US, processador não tem sido o gargalo nos servidores rodando VPS. O bicho pega é no I/O e esse mesmo bicho vai pegar (até mais) num ATOM com apenas 1 HD SATA se você tiver um monte de sites com forte uso de I/O. Antigamente, servidor que não tivesse HD SCSI (hoje SAS) não era servidor. Note também que uma boa empresa de hospedagem compartilhada não usa LAMP + mail server, ou seja, não mistura laranjas com parafusos. Uma coisa é você otimizar um servidor dedicado para banco de dados, outra é para Apache, outra para e-mail, e por aí vai. Na minha opinião, quem revende deveria procurar vendedores oferecendo soluções de cluster, do tipo H-Sphere, e aí, quem sabe, ter um Atom dedicado pendurado no cluster do vendedor. Do mais a mais, tem vários provedores oferecendo servidores com processadores melhores do que o Atom com custo semelhante.
    Concordo e discordo.
    O problema dos mail clusters em hospedagem compartilhada é que, em especial no Brasil, o usuário final é sem-noção e tem algumas vezes um quê de maldade, até. Quantos anúncios se vê em outros fóruns de hospedagem por aí, de gente vendendo "e-mail marketing" sem tomar nenhuma medida de proteção/segurança, abrindo as pernas e ainda dando o KY para os spammers (isso quando eles próprios não são os spammers, mentindo que as suas listas não são geradas por dicionário, mas não confirmando se as mesmas são double-opt-in conforme mandam as regras do bom email). Ou quando outro sem-noção começa a disparar mailings em horários inapropriados. Basta ver os problemas recorrentíssimos da Locaweb, da KingHost e do UOLHost (que neste exato momento que escrevo, está exatamente com problemas no SMTP _de novo_, em plena segunda-feira de manhã). Fora as limitações que os grandes provedores de emails gratuitos dão à todos aqueles que não estão na sua whitelist, que é em geral um número absoluto de mensagens por semana por endereço IP (atualmente na faixa de 5000 em média), indepentente de quantos domínios aquele IP responde por (e num cluster isso pode chegar a valores altos).

    Isolando o email em um ambiente mais dedicado, como num VPS ou num servidor onde estão só seus clientes, metade destes problemas desaparecem, mesmo sem precisar ser um cluster dedicado só para isso. Outros problemas aparecem, como a falta de redundância, mas aí é o trade-off. A solução ideal seria ter o seu próprio cluster de e-mail, mas isso tem um custo.

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    By the way, do ponto de vista do provedor, o servidor Atom é mil vezes melhor. Ocupa pouquíssimo espaço, e quase nada de energia, e é relativamente barato.
    Mil vezes melhor não é. O retorno de VPS geralmente é bem maior do que vender um dedicado, tudo considerado.

  7. #7
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Concordo e discordo.
    O problema dos mail clusters em hospedagem compartilhada é que, em especial no Brasil, o usuário final é sem-noção e tem algumas vezes um quê de maldade, até. Quantos anúncios se vê em outros fóruns de hospedagem por aí, de gente vendendo "e-mail marketing" sem tomar nenhuma medida de proteção/segurança, abrindo as pernas e ainda dando o KY para os spammers (isso quando eles próprios não são os spammers, mentindo que as suas listas não são geradas por dicionário, mas não confirmando se as mesmas são double-opt-in conforme mandam as regras do bom email). Ou quando outro sem-noção começa a disparar mailings em horários inapropriados. Basta ver os problemas recorrentíssimos da Locaweb, da KingHost e do UOLHost (que neste exato momento que escrevo, está exatamente com problemas no SMTP _de novo_, em plena segunda-feira de manhã). Fora as limitações que os grandes provedores de emails gratuitos dão à todos aqueles que não estão na sua whitelist, que é em geral um número absoluto de mensagens por semana por endereço IP (atualmente na faixa de 5000 em média), indepentente de quantos domínios aquele IP responde por (e num cluster isso pode chegar a valores altos).

    Isolando o email em um ambiente mais dedicado, como num VPS ou num servidor onde estão só seus clientes, metade destes problemas desaparecem, mesmo sem precisar ser um cluster dedicado só para isso. Outros problemas aparecem, como a falta de redundância, mas aí é o trade-off. A solução ideal seria ter o seu próprio cluster de e-mail, mas isso tem um custo.
    Cresci, você centrou a discussão dos clusters na questão dos serviços de e-mail mas acabou concluindo acenando soluções -- embora eu não acredite que um cluster fisico de e-mail servers seja um objetivo prioritário a ser buscado. Executando multiplas instâncias do servidor de e-mail no servidor fisico ou destinando servidor(es) para VPS exclusivos para rodar servidores de e-mail, acredito que o problema que você levantou ficaria bem resolvido e isolado.

    Processamento de e-mail tem um custo computacional significativo, ainda mais na detecção de SPAM, e separar dos demais serviços é sempre recomendável.

    Da mesma forma, é extremamente recomendável, praticamente um requisito, rodar servidores de banco de dados sem outros serviços Web na mesma máquina.

    Para quem está começando em hospedagem compartilhada, ser revendedor de alguém que usa esse tipo de arquitetura sempre trará vantagem e segurança, afinal você estará utilizando vendedores mais bem estabelecidos financeiramente e tecnicamente. Da forma como é hoje, qualquer um que tenha apenas 1 servidor capenga pode criar contas de revenda sem qualquer esforço e investimento minimo e bastará um único problema no único servidor para a sua vida virar um inferno. No caso do cluster (ex: H-Sphere) os seus clientes vão sendo distribuidos em diferentes servidores Web (Linux ou Windows), diferentes servidores MySQL, MS SQL, Oracle, etc. Se alguma das cestas cair, o risco é quebrarem alguns ovos, não todos.
    Última edição por 5ms; 09-05-2011 às 15:45.

  8. #8
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    Mil vezes melhor não é. O retorno de VPS geralmente é bem maior do que vender um dedicado, tudo considerado.
    Vamos detalhar:

    Custo aproximado médio de aquisição:
    - Servidor parrudo para rodar VPS, considerando storage local sem NAS/SAN: US$ 3500
    - Servidor Atom com placa-mãe Supermicro e IPMI: US$ 350 (cai para bem menos se não tiver IPMI e for placa mãe Intel ou Foxconn)

    Máximo de servidores que você pode colocar num rack de 20A/120V:
    - Atom: 64 (gabinete 1U 9"-deep da Supermicro, back-to-back já que não gera calor)
    - Parrudão: 8 (16 se for colocar mais um circuito de 20A, o que vai aumentar o custo do rack em 50%)

    Custos de instalação:
    - Rack 40U: US$ 500-1700 (dependendo se você compra o gabinete ou se te fornecem o mesmo no datacenter)
    - Circuito de energia: US$ 500 por circuito, base Miami (outros lugares exceto roça é mais caro)
    - PDU inteligente para remote reboot, se as máquinas não tiverem IPMI: US$ 750 a cada 20 tomadas.

    Não incluí a parte de rede porque dá quase na mesma (custo de banda). Só no caso do rack cheio de Atoms que seria necessário ter um switch 48 portas a mais.

  9. #9
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    Cresci, você centrou a discussão dos clusters na questão dos serviços de e-mail mas acabou concluindo acenando soluções -- embora eu não acredite que um cluster fisico de e-mail servers seja um objetivo prioritário a ser buscado. Executando multiplas instâncias do servidor de e-mail no servidor fisico ou destinando servidor(es) para VPS exclusivos para rodar servidores de e-mail, acredito que o problema que você levantou ficaria bem resolvido e isolado.

    Processamento de e-mail tem um custo computacional significativo, ainda mais na detecção de SPAM, e separar dos demais serviços é sempre recomendável.

    Da mesma forma, é extremamente recomendável, praticamente um requisito, rodar servidores de banco de dados sem outros serviços Web na mesma máquina.

    Para quem está começando em hospedagem compartilhada, ser revendedor de alguém que usa esse tipo de arquitetura sempre trará vantagem e segurança, afinal você estará utilizando vendedores mais bem estabelecidos financeiramente e tecnicamente. Da forma como é hoje, qualquer um que tenha apenas 1 servidor capenga pode criar contas de revenda sem qualquer esforço e investimento minimo e bastará um único problema no único servidor para a sua vida virar um inferno. No caso do cluster (ex: H-Sphere) os seus clientes vão sendo distribuidos em diferentes servidores Web (Linux ou Windows), diferentes servidores MySQL, MS SQL, Oracle, etc. Se alguma das cestas cair, o risco é quebrarem alguns ovos, não todos.
    Eu centralizei a discussão disso no serviço de e-mail, que é o que mais afeta os usuários, depois de 11 anos no mercado, já pude perceber isso. O site pode ficar fora do ar à vontade (obviamente desde que não seja de e-commerce), mas se o email cai 5 minutos que seja, nego já está no seu cangote xingando a sua progenitora e a milésima geração antes e depois dela.
    E justamente o que tenho percebido é que os provedores nacionais brasileiros que oferecem esse tipo de serviço clusterizado com o email à parte, web em outra, e SQL em outra (a KingHost tem isso bem dividido, a Locaweb também, o UOLHost eu tenho menos idéia mas também tem isso dividido) são justamente os que mais sofrem problemas de email. Todo dia, toda hora. E olha que a UOLHost ou a Kinghost não são lenientes com spam como a Locaweb parece ser (afinal ela vende serviço de email marketing e vive sendo listada na Spamhaus).

    Além do mais, a maioria das empresas de hospedagem que vão pegar um VPS para a revenda, vão acabar utilizando cPanel, Plesk ou DirectAdmin, que não suportam até hoje a descentralização, e concentram tudo no mesmo servidor. Só com o falecido e caríssimo HSPhere, ou então em plataforma Windows (Helm, Dotnetpanel/Websitepanel, e agora o próprio Enkompass) é que as coisas foram planejadas para ser descentralizadas, mas aí quem usa HSphere tem que usar múltiplos servidores dedicados, e não VPSes, porque é pré-requisito do produto.

  10. #10
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    14,992
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Vamos detalhar:

    Custo aproximado médio de aquisição:
    - Servidor parrudo para rodar VPS, considerando storage local sem NAS/SAN: US$ 3500
    - Servidor Atom com placa-mãe Supermicro e IPMI: US$ 350 (cai para bem menos se não tiver IPMI e for placa mãe Intel ou Foxconn)

    Máximo de servidores que você pode colocar num rack de 20A/120V:
    - Atom: 64 (gabinete 1U 9"-deep da Supermicro, back-to-back já que não gera calor)
    - Parrudão: 8 (16 se for colocar mais um circuito de 20A, o que vai aumentar o custo do rack em 50%)

    Custos de instalação:
    - Rack 40U: US$ 500-1700 (dependendo se você compra o gabinete ou se te fornecem o mesmo no datacenter)
    - Circuito de energia: US$ 500 por circuito, base Miami (outros lugares exceto roça é mais caro)
    - PDU inteligente para remote reboot, se as máquinas não tiverem IPMI: US$ 750 a cada 20 tomadas.

    Não incluí a parte de rede porque dá quase na mesma (custo de banda). Só no caso do rack cheio de Atoms que seria necessário ter um switch 48 portas a mais.
    Peraí, que você está querendo marcar gol com a mão.

    Vamos por partes ...

    Máximo de servidores que você pode colocar num rack de 20A/120V:
    - Atom: 64 (gabinete 1U 9"-deep da Supermicro, back-to-back já que não gera calor)
    - Parrudão: 8 (16 se for colocar mais um circuito de 20A, o que vai aumentar o custo do rack em 50%)
    Antes de mais nada, não dá para colocar 64 Atoms em 20A/120V na base do 0,25A por servidor porque já se verificou na prática que consomem mais do que isso. Então essa observação do custo do rack seria para ambos.

    Agora, discutivel mesmo é você conseguir essas 64 tomadas num data center de ponta, como já foi bastante discutido no WHT-US, ou montar "back-to-back" num data center hot aisle/cold aisle, sem falar na dificuldade de cabeamento e manutenção.

    Por outro lado, você usa como unidade "rack", que não é apropriada para proprietários de um data center porque espaço é irrelevante e insignificante do ponto de vista dos custos envolvidos. Pode ser despesa importante para quem paga pelo rack e nem tanto para quem tem cage, mas é um assunto praticamente esgotado nas discussões quando se considera o data center como um todo. De fato, especialistas como James Hamilton, VP da Amazon, defendem que atualmente o principal fator de custo é o hardware e não energia elétrica (bw nunca foi). Então uma comparação mais equilibrada envolveria não apenas o custo do hardware e da energia, mas também e principalmente a performance por Watt consumido. Nada adianta custar barato, consumir pouco se não tiver uma boa relação performance/watt. Aliás, é o que acontece com vários processadores quando você compara a relação preço/performance entre eles. A lebre que levantei foi que do ponto de vista do data center fornecedor de servidores dedicados, os VPSs produzem um retorno superior. Isso não saiu da minha cabeça. Em diversas discussões no WHT-US, sobre o que seria melhor para um data center, a maioria quase sempre chegou a conclusão que a "verticalização" de um data center (dedicados+VPS/Cloud) é o caminho para maximizar o retorno dos investimentos, e quando se discute "servidor parrudo" vs "Atoms" a opinião geral é que os Atoms tem o seu nicho de aplicações mas, computacionalmente falando, não tem como competir com os servidores parrudos em termos de custo/beneficio. Conclusão: 64 Atoms não são equivalentes a 16 servidores parrudos. Você está utilizando esses números tendo como critério a capacidade de um rack, ainda que em condições irreais de operação. Ou seja, o espaço no rack (e custo) foi determinante no seu raciocinio. Uma comparação mais isenta você teria que ter Atoms e parrudos em proporção a ter o mesmo poder de computação (performance/watt) para então comparar todos os custos e receitas, ainda que daí não se possa derivar o interesse do mercado pelos dois produtos, principalmente porque os Atoms geralmente não possuem ECC e estão limitados a 4GB RAM. Observando o mercado atual, relativamente poucos data centers oferecem Atoms, e provedores que começaram se "especializando" em vender Atoms com o tempo passaram a oferecer servidores com os demais processadores também. Não consigo lembrar de nenhum provedor oferecendo exclusivamente Atoms e processadores de pouca capacidade, a não ser na França (DigiCube.fr). No momento, Atoms & Cia. atendem a um pequeno nicho de mercado.

    EDIT: Visitei a Digicube.fr e estão comercializando também servidores Xeon. A online.net (dedibox.fr) possui grande quantidade instalada de servidores DELL XS11-VX8 mas na linha de produtos aparecem I3 e Xeons.
    Última edição por 5ms; 09-05-2011 às 22:35.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •