Resultados 1 a 7 de 7
  1. #1
    Aspirante a Evangelist
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Posts
    352

    Funcionária da Vivo recebe R$50 mil por se recusar a mentir

    Quem já é cliente (ou foi) da Telefônica/Vivo há algum tempo sabe que a pura e simples mentira é uma estratégia institucionalizada da empresa.


    http://exame.abril.com.br/negocios/n...cusar-a-mentir

    Funcionária da Vivo recebe R$50 mil por se recusar a mentir

    Objetivo da empresa era priorizar a contratação de planos pós-pagos informando aos clientes que o sistema para planos pré-pagos estava indisponível
    Loja da Vivo: funcionária ficou algumas semanas afastada do trabalho e foi demitida ao retornar


    São Paulo - Uma funcionária da operadora de telefonia Vivo irá receber uma indenização de 50 mil reais por se recusar a mentir para clientes. O objetivo da empresa era priorizar a contratação sobre planos pós-pagos informando aos clientes que o sistema para planos pré-pagos estava indisponível.

    Por não aceitar a prática, a funcionária foi alvo de xingamentos e brincadeiras na companhia.

    Uma testemunha, cujo depoimento foi reforçado por outro funcionário da loja, relatou o caso ao juiz Marcos Fagundes Salomão, da 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região do Rio Grande do Sul.

    Ele tentou adquirir um plano pré-pago, mas foi informado de que o sistema não estava funcionando. Quando tentou novamente, a funcionária em questão vendeu o plano normalmente e, por isso, foi hostilizada pelos colegas de trabalho.

    O juiz também entendeu que o caso gerou problemas como ansiedade e estresse à funcionária, que ficou algumas semanas afastada do trabalho e foi demitida ao retornar. Com isso, a Vivo terá que pagar a indenização por danos morais e mais 12 meses de salário devido à doença ocupacional ocasionada.

    Vale notar que a liberdade de consciência precisa ser preservada no ambiente de trabalho, conforme consta na Constituição Federal.

    À INFO, a Vivo informou que "cumpre a legislação em vigor e que irá interpor Recurso de Revista ao Tribunal Superior do Trabalho visando a modificação de tal decisão".

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,051
    @Arr vou te dizer uma coisa: essa prática nem sempre é intencional ou do interesse da empresa, o que não a exime de ter contratado gerentes e supervisores de vendas despreparados/desonestos ou cursos de treinamento ruins. A minha empresa controla a operação de um call center e já mandou despedir dezenas e dezenas de vendedores por má conduta. Infelizmente, muitos vendedores não tem formação nessa dificil profissão. Aprendem por conta da convivência com outros mais experientes e alguns acabam incorporando truques idiotas ou inventando "senso de urgência" onde não existe, forçando uma venda que seria natural e perdendo inúmeras outras. São campeões em desempenho pifio. Se você não tiver gerentes de equipes de vendas ou supervisores sérios, honestos, preparados, o retorno do que você gasta para obter clientes é péssimo e ainda corre o risco desse tipo de exposição. A manchete não deveria ser "funcionária ganha indenização da Vivo por não mentir", e sim "funcionários da vivo ganham por mentir".

  3. #3
    Aspirante a Evangelist
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Posts
    352
    Claro, a cultura brasileira da "isperteza" atinge todos os níveis. Muita gente usa o protocolo por conta própria, mas tenho minha cota de sofrimento com a telefônica/vivo preenchida para meu próprio julgamento da empresa..

    Apenas dois exemplos de muitos que vivemos na própria pele.

    1. Ao desocupar um imóvel comercial pedimos o cancelamento de duas linhas fixas, que foram desativadas prontamente.

    Dois anos depois recebemos a cobrança de 4 meses de "uso" e seus respectivos juros de multas de atraso de ambas as linhas, posteriores a data do cancelamento.
    Foram nada menos que dois meses passeando em por diversos departamentos e níveis de atendimento, todos insistindo que tinhamos pedido apenas o desligamento temporário da linha. Afirmaram inclusive que tinham a gravação onde fora pedido isso.
    A esse ponto falei:
    - "OK me envie a gravação e se realmente isso estiver gravado na conversa eu pago a conta sem mais discussões"
    - "Há, não podemos enviar senhor, o sr. tem que ir a uma agência do correio blá blá blá......"
    Resolvi deixar pra lá essa história e se me protestassem iria discutir na justiça. Depois de mais uns dois meses sem contato de nenhum lado me ligaram avisando que a supervisão verificou que não houve uso das linhas e iam desconsiderar a conta em cortesia.


    2. Depois de 7 anos de Speedy com serviço sofrível, mas passável, baixaram minha linha de 2mb/600k para 600k/128k sem nenhum aviso, explicação ou contrapartida na conta. Passei uns 6 meses recebendo técnicos em casa quase que semanalmente onde ouvia pérolas como "É impossível 2mega aqui", sendo que temos outra linha com 2mb no mesmo endereço, até "Não existe esse negócio de velocidade de upload".
    Cancelei o Speedy para contratar outro provedor 5x mais caro. Mas a conta chegou cobrando o mês inteiro, inclusive o período cancelado de internet.
    Solicitei a conta corrigida e me confirmaram o envio... que nunca chegou.
    Depois entrei em contato mais 2 ou 3 vezes solicitando a conta corrigida e novamente me confirmaram o envio... que nunca veio.
    Depois de cancelada definitivamente a linha veio a cobrança de uma terceirizada com o valor cheio...

    Sei que esses perrengues não são uma exceção no meu caso, mas a norma.

    Já tenho minha lista em quem não acreditar. Governo, empresas de telefonia e advogados estão no topo.

  4. #4
    Aspirante a Evangelist
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Posts
    352
    Mas me diga uma coisa 5ms,
    No call center que administra os clientes têm facilidade para escalar o atendimento para um supervisor ou pelo menos um nível acima, ou estes ficam blindados pela linha de frente?

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,051
    O "call center" (30 atendentes apenas) é receptivo: esclarece dúvidas de interessados nos serviços e tenta fechar vendas -- não lida com clientes. Ou seja, a iniciativa é do interessado, ele é que liga para obter informações e, com base no que é conversado, decide ou não contratar na hora mas pode preferir fechar pessoalmente, de forma que não existe motivo para a pessoa que está ligando querer falar com o supervisor porque não há qualquer disputa ou conflito. Todas as ligações são gravadas (e armazenadas forever) e diariamente as "sorteadas" são analisadas sob diferentes aspectos por diferentes profissionais de vendas e marketing, verificando da parte do vendedor polidez, atenção, exatidão das informações prestadas, etc. Caso se determine conduta indevida (por exemplo, compre hoje porque segunda-feira vai subir; compre agora porque é o último; o nosso serviço é muito melhor do que o concorrente X; eu comprei e adorei, aí comprei para toda a minha familia; acabou mas vou conversar com o gerente e ver se consigo um para você; liga e pede para me chamar que eu consigo um preço melhor para você; etc; etc; etc) o bicho pega (de orientação do supervisor a RH para demissão) porém tratamento desrespeitoso, baixarias, cantadas é tolerância zero.
    Última edição por 5ms; 31-07-2014 às 20:19.

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,051
    Citação Postado originalmente por Arr Ver Post
    Já tenho minha lista em quem não acreditar. Governo, empresas de telefonia e advogados estão no topo.
    Com advogados não tive problemas. A minha lista em quem não acreditar seria governo e pedreiros

    Também tive um perrengue com a Telefonica porque alegaram que eu tinha uma conta em atraso, a qual tinha sido paga muito antes do vencimento e diretamente no caixa de um banco. Evidentemente um erro, porém um problema entre a Telefonica e o banco que ELA contratou para receber pagamentos. Para resolver a questão eu teria que comparecer à uma agência da Telefônica. Chegando lá, um tumulto daqueles e tratamento de cão. Expliquei a situação e recebi uma senha para atendimento com mais de 200 pessoas na minha frente. Fui embora e abri um processo na Anatel por cobrança indevida e por ficar me incomodando com ligações e ameaças. Resolveram.

    No Rio, com a Cetel/Telerj/Telemar/Oi nunca tive problema algum. O último relacionamento foi um apartamento de temporada sem telefone que pedi instalação ligando de SP. Cheguei, telefone e Velox funcionando. Fui embora, desligaram sem questionamento algum e com atendimento mais do que atencioso, perfeito.
    Última edição por 5ms; 31-07-2014 às 20:45.

  7. #7
    Web Hosting Guru
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Localização
    Redenção-Pará
    Posts
    333
    Aqui em minha cidade a Loja da Vivo, não faz venda mais de forma alguma de aparelhos ou ativação de linhas Pré-pago.
    Eles encaminham para aquelas pequenas "Revendedoras".

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •