Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 16
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049

    Reclamações na Black Friday se concentram em três empresas

    Durante a operação montada pelo Procon, os principais problemas relatados pelos consumidores foram, foram sites intermitentes (falha na página), produto ou serviço anunciado indisponível e mudança de preço na hora de finalizar a compra.

    CLAUDIA ROLLI
    DE SÃO PAULO
    28/11/2014 15h50 - Atualizado às 16h21

    O Procon estadual de São Paulo registrou 601 reclamações de consumidores que tiveram problemas durante 17 horas em que o órgão monitorou as vendas na Black Friday.

    Esse número representa quase dobro das queixas recebidas do ano passado, quando foram registrados 302 atendimentos. Em 2013, não houve, porém, uma operação especial para acompanhar o evento.

    A maior parte das reclamações recebidas neste ano se concentrou em três empresas: B2W (Americanas.com, Submarino e Shoptime), Saraiva, e Nova Pontocom (Pontofrio.com.br, casasbahia.com.br, e extra.com.br).

    Durante a operação montada pelo Procon, os principais problemas relatados pelos consumidores foram, foram sites intermitentes (falha na página), produto ou serviço anunciado indisponível e mudança de preço na hora de finalizar a compra.

    OUTRO LADO

    Procurada a B2W, não se pronunciou sobre as informações divulgadas pelo Procon.

    A Saraiva informou que ainda não foi notificada oficialmente sobre o assunto e por isso preferiu não se manifestar sobre as irregularidades apontadas. Em nota, a empresa afirma que "reforça que tem por missão garantir a melhor experiência do consumidor que busca cultura, entretenimento e informação, e que o primeiro de seus valores é o atendimento com busca na excelência dos serviços prestados".

    A Cnova, empresa formada pela união da Nova Pontocom e Cdiscount, informa que tomou conhecimento pela imprensa a respeito do ranking divulgado pelo órgão. "A companhia recebeu a notícia com surpresa, já que até as 14h do dia 28 de novembro recebeu, se somadas todas as marcas operadas pela Cnova, 24 reclamações do órgão a respeito do tema."

    Segundo a empresa, desde o início da Black Friday, não foram apresentados problemas técnicos em relação aos sites da companhia: Extra.com.br, CasasBahia.com.br, Pontofrio.com, Barateiro.com.br e Cdiscount.com.br.

    "Para manter a transparência com os consumidores, as lojas online facilitaram a identificação dos itens promocionais da data por intermédio do selo Black Friday. A empresa também mantém a Central de Relacionamento com o cliente ativa por 24 horas durante da Black Friday, por meio do telefone do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor), redes sociais e chat. Os sites Cnova pautam suas ações de acordo com a lei e com premissas que asseguram os direitos e o bom atendimento aos consumidores, portanto mantém uma relação de diálogo com o Procon-SP. Por isso, está em contato com o órgão para entender os critérios adotados no ranking", afirma a empresa em nota.
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado...rocon-sp.shtml

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    produto ou serviço anunciado indisponível
    Essa reclamação eu pude comprovar De manhã, estava ao telefone falando com a minha sócia quando ela interrompeu o assunto para comentar um anúncio das Casas Bahia que estava sendo exibido na TV naquele instante. Eu entrei no site e ... produto indisponível. Não é lá razoável gastar uma fortuna com propaganda em televisão para não ter o produto às 9 da manhã. Fica aquela sensação de molecagem, de isca para entrar no site ou ir à loja e acabar comprando algo ao preço normal.

  3. #3
    Web Hosting Master
    Data de Ingresso
    Aug 2011
    Localização
    /home
    Posts
    897
    Sites da B2W só aproveitei e comprei alguns livros e alguns box Blu-ray e DVD. Já que na Saraiva ao menos quando visitei tava tudo no mesmo preço, mesmo com o dito BF.
    Mesmo assim, foi umas 10hs e tava 'congestionado' demais.

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    Eu comprei ontem à noite, no Walmart, que enviou um e-mail antecipando a promoção, e só comprei coisas essenciais, como pastilha de inseticida para pernilongo. Hoje, só entrei no site das Casa Bahia, que estava normal às 9h.

    Segundo um post no Twitter, o movimento no site da Amazon está infernal nos EUA, na base de impossivel de abrir páginas para quem mora naquelas bandas.

    Coincidência ou não, a Amazon anunciou que a Cyber Monday virou Cyber Saturday. Começa amanhã e vaí durar uma semana.

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049

    Black Friday recebe mais de 7.000 queixas no ReclameAqui

    A expectativa é fechar em 12 mil queixas.

    Houve alta procura nos sites inclusive de madrugada, o que fez com que vários portais tivessem problemas de funcionamento durante a noite. "Quase todas as [grandes] lojas caíram", diz Pedro Guasti, diretor-geral da E-bit.



    CLAUDIA ROLLI
    DE SÃO PAULO
    FELIPE MAIA
    EDITOR-ADJUNTO DE "CARREIRAS"
    28/11/2014 19h56

    Com aumento de 56% nas vendas na Black Friday, os consumidores enfrentaram, pelo quarto ano, dificuldades para acessar sites, impossibilidade de concluir as compras e aumento prévio de preços antes de dar desconto.

    O site Reclame Aqui, canal on-line para queixas, registrou 7.600 reclamações no Brasil até as 18h30 entre as 320 empresas cadastradas no site (sendo 72 lojas físicas) que aderiram à Black Friday -quase seis horas antes de evento se encerrar.

    No ano passado, durante toda a promoção, foram 8.500 reclamações entre as 245 empresas (sendo 65 lojas físicas) que participaram do festival de descontos.

    As empresas que lideraram o ranking de queixas até esse horário eram Americanas.com, Submarino, Saraiva, NetShoes e Kabum!.

    "A expectativa é fechar em 12 mil queixas neste ano. Registramos 1 milhão de acessos neste ano, um recorde em relação aos 523 mil do ano passado. O consumidor buscou mais ofertas, mas também reclamou mais quando se sentiu lesado, inclusive em relação ao prazo e custo de frete, afirma Felipe Paniago, diretor do Reclame Aqui.

    Um dos casos citados é o de um consumidor de Parauapebas (Pará), que, ao tentar comprar um produto por R$ 19,90, pagaria R$ 120 de frete.

    Em relação ao prazo de entrega, houve relatos de lojas que pediam 50 dias nas compras da Black Friday. "Muita gente que esperou aproveitar a promoção para adiantar as compras de Natal com desconto foi surpreendida no momento de fechar as compras. Os produtos só devem chegar depois do Ano Novo. Há casos de previsão de mais de 50 dias para entrega. Em outros, segundo o portal, o aviso é mais educado: citam entrega em até 30 dias úteis", cita o portal.

    "Na hora de finalizar a compra, os consumidores também encontraram problemas. O preço da oferta não condizia ao do carrinho, ofertas de produtos pela 'metade do dobro' e maquiagem de preço", disse o diretor.

    O portal destacou um caso de um consumidor que tentou comprar uma passagem aérea em que a promoção prometia passagens a partir de R$ 69, com 41% de desconto. "Mas, ao clicar na promoção, esse 'a partir' subiu para R$ 138, isto é, praticamente dobrou de valor para uma pessoa. Com impostos e taxa de serviço, o valor total da passagem ficou por R$ 222."

    NO ESTADO DE SP

    As queixas registradas pelo Procon São Paulo também cresceram 150%, segundo dados computados até as 16h40 de sexta –passaram de 302 no ano passado para 753. Mas, em 2013, o Procon não havia feito uma operação especial para acompanhar o evento.

    Sete em cada dez queixas apuradas pelo Procon se concentraram em três empresas: B2W (Americanas.com, Submarino e Shoptime), Nova Pontocom (Pontofrio.com.br, casasbahia.com.br, e extra.com.br) e Saraiva.

    Os principais problemas relatados pelos consumidores foram produto ou serviço anunciado indisponível, sites intermitentes (falha na página) e mudança de preço na hora de finalizar a compra.

    Fátima Lemos, assessora técnica do Procon São Paulo, diz que, encerrada a etapa de registro de queixas, o órgão vai verificar se cabe multa ou sanções às empresas que foram alvo de reclamações.

    RECEITA MAIOR

    Em 36 horas, de quinta-feira (27) até as 12h de sexta (28), o comércio eletrônico faturou R$ 638 milhões, de acordo com a consultoria E-bit. Trata-se de uma alta de 56% em relação ao mesmo período do evento no ano passado.

    Se o ritmo de vendas da tarde e da noite registrado no ano passado tiver se mantido o mesmo, é provável que o festival de descontos chegue à cifra de R$ 1,2 bilhão.
    Houve alta procura nos sites inclusive de madrugada, o que fez com que vários portais tivessem problemas de funcionamento durante a noite. "Quase todas as [grandes] lojas caíram", diz Pedro Guasti, diretor-geral da E-bit.

    Ele afirma que não se trata exatamente de um problema de estrutura das empresas. "Por mais que você invista, é caro ter uma estrutura que aguente um acessos simultâneos que podem ser dez vezes maiores que o normal."

    Neste ano, os sites decidiram começar as promoções mais cedo, influenciando o comportamento do consumidor. A consultoria indica que as vendas da quinta-feira tiveram alta de 53% na comparação com o dia anterior da Black Friday em 2013.

    Em contrapartida, também há indicações de que os consumidores postergaram as compras neste mês. Nas últimas duas semanas, caíram as vendas de bens como eletrônicos, eletrodomésticos e computadores, o que, para Guasti, indica que as pessoas estavam esperando pelo evento para comprá-los

    OUTRO LADO

    A Cnova, empresa formada pela união da Nova Pontocom (responsável pelos sites Extra.com.br, CasasBahia.com.br, Pontofrio.com, Barateiro.com.br) e Cdiscount (Cdiscount.com.br), informou que não foram apresentados problemas técnicos em seus sites.

    Por causa da instabilidade no site durante a madrugada, a Netshoes decidiu estender as ofertas até este sábado (29).

    A B2W (Submarino e Americanas.com) e a Saraiva não comentaram as queixas registradas pelo portal e Procon São Paulo.

    O KabuM! afirmou que as dificuldades de acesso registradas foram resolvidas.
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado...os-sites.shtml

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    "Ele [Pedro Guasti] afirma que não se trata exatamente de um problema de estrutura das empresas. "Por mais que você invista, é caro ter uma estrutura que aguente um acessos simultâneos que podem ser dez vezes maiores que o normal."
    Desculpinha marota, heim Pedro?

    Alibaba Establishes Singles’ Day Record

    China's biggest annual shopping bonanza smashed records Tuesday as online sales on Alibaba alone hit $9.3 billion, more than the total racked up the same day last year across the industry.

    That followed a frenetic morning of shopping -- sales on Alibaba's e-shopping platforms exceeded $2 billion in just the first hour.

    The online shopping festival is called "Singles Day," and started as a way to celebrate single people. It's now morphed into a frenzy that attracts buyers both single and paired.

    Last year, Singles Day sales online totaled $8 billion on Alibaba and other platforms, more than double the combined $3 billion sold in the U.S. for Black Friday and Cyber Monday, according to the Boston Consulting Group.

    Alibaba accounted for 75% of all online shopping on Singles Day last year. If that ratio is repeated this year, total sales will exceed $10 billion.

    People bought everything from dried cranberries to home appliances. Chinese smartphone maker Xiaomi said it sold 720,000 smartphones, bringing in $163 million in sales in 12 hours.

    Singles Day began as a cheeky antidote to Valentine's Day. It takes place each year on Nov. 11 -- or 11/11, representing four single people. On the day, it's common to exchange gifts and eat fried dough strips -- like a churro -- because they look like the number "1."
    http://money.cnn.com/2014/11/10/inve...ina/index.html
    Última edição por 5ms; 28-11-2014 às 21:27.

  7. #7
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,038
    Essa desculpa é do tempo que não se comprava servidor por hora de uso; hoje isso é possível e usual. Além disso, vários ex-B2W já deram com a língua nos dentes contando que isso na B2W é de propósito... então apesar dele estar se referindo de forma geral a e-commerce brasileiro e não apenas à B2W, vale se perguntar se é diferente nas outras lojas.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    É um evento com data marcada e, dizem, o mais importante para o comércio eletrônico brasileiro, de forma que ninguém foi pego de surpresa. Se eventualmente no passado a arquitetura dos sistemas não comportava o movimento extra, houve mais que tempo e incentivo (US$ 400 milhões em vendas neste ano) para que fossem adaptados e se tormassem escaláveis e nunca faltaram alternativas de uso temporário de capacidade alheia -- mesmo na época dos mainframes a própria Lojas Americanas tinha um acordo com a UFRJ e bancos compravam "block time" em birôs -- de forma que não é apenas dilmês dizer "por mais que você invista, é caro ter uma estrutura" mas é uma desculpa tola quando você pode agregar capacidade instantaneamente até com um mero cartão de crédito. De fato, não passa de uma tentativa de atribuir a todos um problema que ocorreu com os usuais suspeitos, eternos frequentadores do Procon. Note-se que Walmart não entrou na lista.

    PS: Sobre o Alibaba, que faturou US$ 10 bilhões em 1 dia, sendo US$ 2 bilhões em apenas 1 hora, o relevante no contexto do tópico é o seguinte:

    Celebrations of Singles Day have been around since the 1990s, but it wasn’t until Alibaba decided to offer steep Singles Day discounts in 2009 that the e-commerce bonanza was birthed, and in just five years the event has become the largest online shopping spree in the world.

    Dificil acreditar que o Alibaba utilize infraestrutura própria planejada pelo pico, que chega a processar o equivalente a 5 anos de vendas BF-BR em apenas 1 hora.
    Última edição por 5ms; 29-11-2014 às 11:36.

  9. #9
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    O Walmart acabou de entregar as pastilhas de inseticida que comprei na promoção Black Friday . Coisa de 40h após a compra no site. Não foram as 12h habituais mas está bem longe dos 30 dias "úteis" que alguns concorrentes andaram pedindo.

  10. #10
    Web Hosting Master
    Data de Ingresso
    Aug 2011
    Localização
    /home
    Posts
    897

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •