Resultados 1 a 8 de 8
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043

    Levy sinaliza mudança no IR para prestador de serviços


    SOFIA FERNANDES
    DE BRASÍLIA
    13/01/2015 11h57

    O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta terça-feira (13) que haverá ajustes de impostos, sem ser específico. Ele negou que esses ajustes estejam dentro de um "saco de maldades", como questionou a imprensa, e que haverá um "pacote" dessas medidas.

    Dentro do esforço do governo de aumentar suas receitas para reequilibrar as contas, Levy sinalizou que poderá haver mudanças na cobrança de imposto de renda para prestadores de serviços que recebem como pessoa jurídica.

    O ministro afirmou que deve analisar a situação de "pessoas que têm renda através de pequena empresa, que pagam 4%, 5% de imposto em vez de 27,5%", e que isso deve ser prioridade dentro de possíveis mudanças na cobrança do IR. "Primeiro teria que tratar desse egrégio."

    Levy disse ainda que deve rever a isenção do IR sobre investimentos em Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs), dentro da estratégia de "melhorar a composição de investimentos".

    O ministro afirmou que a mudança não deve ser "imediata", tendo que passar ainda por consulta. Ele sinalizou ainda que pode haver ajuste nos instrumentos de poupança, sem dar detalhes.

    Segundo o titular da Fazenda, o aumento de impostos será "compatível" com o objetivo de aumentar a poupança pública.

    SETOR ELÉTRICO

    Levy indicou que não haverá aportes do Tesouro Nacional para o setor elétrico e que o custo para sanar a crise das distribuidoras será bancado pelos consumidores, nas contas de luz.

    "Essa despesa pode, pela previsão legal, ser passada para o contribuinte ou para o consumidor. É menos eficiente que seja suportada pelo contribuinte", afirmou o ministro, durante café da manhã com sua equipe de secretários e jornalistas.

    Para Levy, esse custo é muito pesado dentro do atual contexto de aperto fiscal. Quando o Tesouro banca essa conta, sustentado pelo contribuinte, perde-se o controle do preço desse subsídio, defendeu. "Queremos levar essa despesa para o ambiente que lhe é natural", disse.

    ...
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado...ministro.shtml

  2. #2
    Moderador
    Data de Ingresso
    Oct 2010
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2,679
    Vai informalizar o mercado todo de novo...

  3. #3
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Localização
    /sc/rionegrinho
    Posts
    1,036
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Vai informalizar o mercado todo de novo...
    É um fato...
    Alexandre Silva Hostert

    Veezon
    Gerenciamento de Servidores


    http://veezon.com.br
    http://br.linkedin.com/in/alexandreveezon

  4. #4
    Web Hosting Guru
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Localização
    Redenção-Pará
    Posts
    333
    Não mexe com quem esta quieto pagando imposto direitinho nesta categoria!

  5. #5
    Web Hosting Guru
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Localização
    Redenção-Pará
    Posts
    333
    Mas infelizmente para consertas as cagadas e gastança deste governo em ano de Eleição tem que ter mesmo um "Saco de maldades"...

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,037
    Citação Postado originalmente por cresci Ver Post
    Vai informalizar o mercado todo de novo...
    Isso afeta basicamente o contratado PJ, ou ao menos tem isso como alvo. Há sempre o risco de sobrar para atividades que nunca seriam trabalho de qualquer forma...

  7. #7
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043
    Afeta todas as empresas que renumeram os sócios através de distribuição de lucros, caso da maioria das PMEs.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,043
    Imposto maior para ‘PJ’ é visto com ressalva

    ... escapam da tabela progressiva do IRPF rendas como a financeira e os lucros e dividendos - todos isentos ou tributados apenas na fonte com alíquotas menores. No caso de um prestador de serviço, ele paga menos imposto quanto menos sacar a título de pró-labore e salário e quanto mais receber como lucro.
    http://economia.estadao.com.br/notic...ssalva,1620476

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •