Três perguntas para Mauricio Cascão, CEO da Mandic.

1 - Quais são os planos da Mandic para o Rio Grande do Sul?
Mauricio Cascão - Acabamos de abrir uma unidade em Porto Alegre, com um time de cinco executivos de contas e um pré-vendas dedicados à região. A partir da cidade, queremos atender toda a região Sul, que hoje representa 25% do faturamento da empresa e 100 dos nossos 600 maiores clientes. O objetivo é ampliar esse número e atingir cidades polo como Caxias do Sul, Pelotas, Canoas e Santa Maria.

2 - Como foi o desempenho da empresa neste ano?
Cascão - Fechamos o ano com um faturamento na faixa dos
R$ 50 milhões, uma alta de 66% frente aos resultados do ano passado. Para o ano de 2015, nossa meta é dobrar para R$ 100 milhões, valor que esperamos atingir fazendo alguma aquisição. Acredito que a desaceleração econômica criará um bom momento para consolidar o mercado.

3 - Qual é a receita do sucesso?
Cascão - A nova Mandic é uma empresa capitalizada nos últimos dois anos por aportes da Riverwood e da Intel Capital que combina os produtos da Mandic com a oferta de infraestrutura como serviço da Tecla, que nós adquirimos. A empresa apostou desde o começo em uma aposta de hosting totalmente baseada na nuvem, o que nos dá vantagem sobre competidores que ainda trabalham com modelos mistos. Com as empresas precisando cortar custos, nosso modelo de cloud se torna ainda mais atrativo.
http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=183018