Página 1 de 4 123 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 32
  1. #1
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106

    Domínios próprios

    Primeiras empresas brasileiras assinam contratos para uso de domínios próprios nesta quinta, 17

    Natura, Vivo, Bradesco, Itaú, Rede Globo, Ipiranga e Uol são as primeiras empresas privadas brasileiras a obterem domínios com o nomes de suas marcas como “.natura”, “.vivo” etc, em substituição ao “.com.br” ou o .org”, por exemplo. A assinatura do contrato de concessão dos domínios com a Divisão de Domínios Globais da Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), entidade internacional responsável pela coordenação da identificação dos indicadores públicos da internet, o sistema de domínios e os números de IPs, é uma das atrações desta edição do Rio Info 2015. A assinatura dos contratos acontece nesta quinta-feira, dia 17, durante seminário “Tecnologia – o presente e o futuro” que será realizado a partir das 15 horas no hotel Royal Tulip (Avenida Aquarela do Brasil, 75 – antigo Intercontinental – São Conrado –RJ).

    Para a aprovação da concessão, que dá o direito ao uso irrestrito do domínio, as empresas precisaram comprovar, por meio de uma série de exigências, que são mesmo donas das marcas, evitando a ocorrência de fraude. “Algumas marcas solicitam o domínio por uma questão de segurança, além da exclusividade em ter o nome da marca no próprio domínio”, conta Daniel Fink, gerente de relacionamento da ICANN no Brasil.

    Segundo Daniel, o conjunto de domínios faz parte do programa de expansão de novos domínios de topo – aqueles localizados mais à direita do endereço web – realizado pela entidade em todo o mundo. “Além das marcas, outros domínios também estão sendo criados como, por exemplo,“.pizza”, “.expert” etc. Mais de 1300 novos domínios devem ser criados nos próximos anos em todo o mundo. Desde que iniciamos o programa, mais de 600 já foram aprovados. Um dos desafios é divulgar esse novo formato para o usuário”.

    A ICANN lançou o programa de novos nomes de domínio em junho de 2011. Entre 2012 e 2013, 1930 empresas solicitaram um domínio no novo formato. “Esta foi a primeira grande expansão dos nomes de domínio de topo. A decisão que a ICANN cumpre neste momento é garantir que este conjunto de novos nomes funcione perfeitamente na Internet. Está tudo indo bem e já existem planos de lançamento de uma nova chamada, para que outras empresas ou instituições solicitem seus registros nos próximos anos”.

    Internet global – Segundo Daniel, nos próximos meses deve acontecer um momento histórico na internet, que é a transição da custódia dos EUA para a comunidade internacional, na administração das funções da Iana, órgão técnico da ICANN que viabiliza que os domínios sejam criados. “Essa é a última etapa para as mudanças acontecerem na raiz da internet. Os EUA nunca abusou do poder com a guarda da internet global, mas sempre trazia algum desconforto para os outros países ter todo esse poder em um único país. Antes, toda a mudança feita no servidor da internet global precisava ser provada pelo governo dos EUA.”

    A mudança ajudar a garantir uma das principais características da internet, que é a de ultrapassar fronteiras e poder operar em todos os países de forma unificada. “O importante da Internet é que ela seja única. Sua globalização é um bem que a humanidade conquistou e isso traz benefícios para todos, em especial para os empresários. A possibilidade de alguém criar uma inovação aqui no Rio de Janeiro e pode ser tornar um serviço global, é uma coisa fantástica”.

    A ICANN também exerce um papel importante para o funcionamento da internet no que diz respeito às diretrizes, organização das políticas e decisões para o mercado, que são tomada com base na contribuição de diferentes grupos representativos da sociedade em todo o mundo, como os governos, a iniciativa privada os próprios usuários.
    http://www.rioinfo.com.br/2015/prime...sta-quinta-17/
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,036
    A cerimônia incluiu também o .rio.

  3. #3
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106
    tem alguns ali que nao consigo entender a razão de investirem nisso não, mas eles são poderosos e eu não....rsss
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,036
    Citação Postado originalmente por Winger Ver Post
    tem alguns ali que nao consigo entender a razão de investirem nisso não, mas eles são poderosos e eu não....rsss
    E tem alguns que deveriam ter investido, mas não o fizeram. Eu acho que o case mais legal dos brands que não sejam grupos de comunicação, onde o uso é bem óbvio, é o da Natura.

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033
    Citação Postado originalmente por Winger Ver Post
    tem alguns ali que nao consigo entender a razão de investirem nisso não, mas eles são poderosos e eu não....rsss
    +1

    E ainda tem casos como a OVH, que vende mas não usa o .OVH

    Existiu um tempo em que eu me preocupava em registrar um nome em todos os gTLDs e, eventualmente, em alguns cTLDs. Hoje, para mim ou é .COM[.br] ou nada e, na escolha, fico atento à facilidade em entender (por telefone) e digitar. Ex: 123.com vs excel.com ("e de elefante, x de xarope, c de cachorro ... ponto com e sem br. Repete aí .... não, ele, de laranja. Não, não tem .br").
    Última edição por 5ms; 25-09-2015 às 10:00.

  6. #6
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Sep 2010
    Localização
    Procurando...
    Posts
    4,106
    Citação Postado originalmente por 5ms Ver Post
    +1

    E ainda tem casos como a OVH, que vende mas não usa o .OVH

    Existiu um tempo em que eu me preocupava em registrar um nome em todos os gTLDs e, eventualmente, em alguns cTLDs. Hoje, para mim ou é .COM[.br] ou nada e, na escolha, fico atento à facilidade em entender (por telefone) e digitar. Ex: 123.com vs excel.com ("e de elefante, x de xarope, c de cachorro ... ponto com e sem br. Repete aí .... não l de laranja").

    exatamente,

    vale lembrar quantos sites já existiram querendo oferecer listagem e emails profissionais com domínios bem interessantes e da fácil memorização, nós mesmos ainda temos um que nunca decolou da época que éramos focamos em manutenção, que era o "tecnicode.info" aonde oferecemos para alguns a possibilidade de usar "5ms@tecnicode.info", mas me pergunta se alguém se interessou? os que apareceram queriam "de grátis" e outros frisavam que preferiam o "joaotecnico_1974@qualquercoisagratis.com".

    sem falar ótimas opções do próprio registro.br, como o "med.br" , "eng.br" etc

    como você diria, acho que irá levar um buzilhão de anos para o povo se acostumar a usar algo que não seja .com ou .com.br

    ainda mais com o agravante (atual) do "inbox" do FB, é um investimento, sem dúvida a longo prazo.
    Siga-nos em nosso twitter: @wht_brasil

  7. #7
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033
    Citação Postado originalmente por Winger Ver Post
    e outros frisavam que preferiam o "joaotecnico_1974@qualquercoisagratis.com".
    Até hoje não deixo de me surpreender com frotas de caminhões de entrega adesivados com fotos profissa dos produtos da empresa destacando um endereço @uol e sem site (porém alguns com FB).


    Citação Postado originalmente por Winger Ver Post
    sem falar ótimas opções do próprio registro.br, como o "med.br" , "eng.br" etc
    Ótimas mesmo.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Jul 2011
    Posts
    1,036
    Citação Postado originalmente por Winger Ver Post
    sem falar ótimas opções do próprio registro.br, como o "med.br" , "eng.br" etc

    como você diria, acho que irá levar um buzilhão de anos para o povo se acostumar a usar algo que não seja .com ou .com.br

    ainda mais com o agravante (atual) do "inbox" do FB, é um investimento, sem dúvida a longo prazo.
    Das opções diferentes das consagradas (com.br,net.br,org.br,gov.br,mil.br), uma das mais bem sucedidas é o adv.br. É bem comum advogados usando adv.br... apesar disso, 92% dos registros de .br são .com.br, outros 4% são os outros tradicionais (net.br,org.br,gov.br,mil.br) e apenas 4% são dos outros DPNs. É uma das coisas que citei
    na apresentação que fiz no evento que a reportagem cita:
    http://www.slideshare.net/rubenshkj/...os-novos-gtlds

  9. #9
    Web Hosting Master
    Data de Ingresso
    Apr 2012
    Posts
    667
    eu trabalho com sites e uma boa parte deles fica relutante em usar o famoso "contato@nomedaempresa.com.br" e acaba usando "zedocarimbo1970@hot/g/mail.com"

    depois de convencer ele de q é mais profissional usar o email da empresa vem: "vc pode instalar esse email no meu hot/g/mail?" oh céus.. oh vida cruel..

  10. #10
    Aspirante a Evangelist
    Data de Ingresso
    Nov 2010
    Posts
    441
    Citação Postado originalmente por inter Ver Post
    eu trabalho com sites e uma boa parte deles fica relutante em usar o famoso "contato@nomedaempresa.com.br" e acaba usando "zedocarimbo1970@hot/g/mail.com"

    depois de convencer ele de q é mais profissional usar o email da empresa vem: "vc pode instalar esse email no meu hot/g/mail?" oh céus.. oh vida cruel..
    rsrs...pior que é bem isto.
    Alguns chegam a até fazer o email com o domínio da empresa, mas continuam usando os @hotmail da vida e outros.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •