Resultados 1 a 3 de 3
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,020

    Empresas de Internet faturaram R$ 120 bilhões em 2014

    Setor precisa de "menos regulamentação e menos impostos" para continuar se desenvolvendo nos próximos anos

    As empresas de internet brasileiras faturaram R$ 120,5 bilhões no ano passado, montante 12% maior do que o do ano anterior, de acordo com dados da Receita Federal compilados pela Associação Brasileira de Internet (Abranet).

    Segundo o estudo, divulgado nesta quinta-feira, 24, o faturamento do setor representa 1,45% dos R$ 8,28 trilhões de faturamento de todas as empresas brasileiras. O resultado do segmento é maior do que quase 80% dos setores da economia.

    A maior parte das empresas de internet no Brasil é de microempresas, com faturamento anual de até R$ 360 mil. Os dados apontam que 79,2% de todo o faturamento do setor concentra-se em empresas de tecnologia da informação. O número de estabelecimentos aumentou quase 8% em relação a 2013 e terminou o ano em 139.733, dos quais mais de 90% são de tecnologia da informação e 8,5% do setor de comunicação.

    O segmento de comunicação tem 26% da força de trabalho contra 74% do setor de tecnologia da informação. De acordo com o estudo, as empresas de internet geram mais de 19 mil novos postos de trabalho por ano. Em média, a folha de salários representa 12,4% do faturamento das empresas. O salário médio das empresas de internet é de R$ 3,1 mil - mais do que quatro salários mínimos.

    O crescimento dos impostos pagos pelas empresas de internet tem sido maior do que o ritmo da arrecadação total da Receita, segundo a pesquisa. Enquanto o segmento pagou quase 17% a mais de impostos, a arrecadação total subiu 4,36% no ano passado.

    Impostos
    . A possibilidade de que aplicativos como Netflix e WhatsApp sejam alvo de regulamentação no Brasil preocupa as empresas de internet. "Não existe nada de graça. Se o governo aumentar os impostos sobre esses serviços, o usuário é que vai pagar a conta", disse Eduardo Parajo, presidente da Abranet.

    Ele afirmou que há uma insegurança jurídica no setor sobre a forma como essa regulamentação será feita. "Já temos um arcabouço tributário muito complicado", ponderou. A regulamentação desses serviços de dados estrangeiros cada vez mais acessados pelos consumidores brasileiros foi defendida pelo ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini. Segundo ele, o Congresso precisa debater a chamada "assimetria regulatória" entre os grandes consumidores de dados e as empresas de comunicação instaladas no País.

    Parajo disse que o setor precisa de "menos regulamentação e menos impostos" para continuar se desenvolvendo nos próximos anos. Ele afirmou que houve uma desaceleração do setor neste ano, mas que há ainda muito espaço para crescer no País. A expectativa é fechar 2015 no azul, mesmo com uma perda do ritmo de expansão no segundo e terceiro trimestres.
    http://economia.estadao.com.br/notic...m-2014,1768250

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,020
    • o faturamento do setor representa 1,45% dos R$ 8,28 trilhões de faturamento de todas as empresas brasileiras.
    • Enquanto o segmento pagou quase 17% a mais de impostos, a arrecadação total subiu 4,4% no ano passado.


    Internet é uma bobagem

  3. #3
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,020
    A Abranet ( Associação Brasileira de Internet) divulgou hoje,24, a pesquisa sobre o desempenho das empresas de Internet, prestadoras de suporte técnico de TI, pequenos provedores de Internet, provedores de acesso, provedores de conteúdo, provedores de serviço VoiP do ano de 2014, quando registraram faturamento de R$ 120 bilhões.

    http://www.telesintese.com.br/empres...rasil-em-2014/

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •