Resultados 1 a 2 de 2
  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,000

    Gasto de brasileiros no exterior é o menor para fevereiro em 7 anos





    Alexandro Martello
    Do G1, em Brasília

    Os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 840 milhões em fevereiro deste ano, informou o Banco Central nesta quarta-feira (24). Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando somaram US$ 1,5 bilhão, a queda nos gastos foi de 43,5%.

    No acumulado do primeiro bimestre deste ano, as despesas de brasileiros lá fora somaram US$ 1,68 bilhão - queda de 55% frente ao registrado no mesmo período do ano passado: US$ 3,72 bilhões.

    http://g1.globo.com/economia/noticia...em-7-anos.html

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,000

    BC reduz projeção de déficit em conta corrente a US$ 25 bi em 2016

    23/03/2016

    O Banco Central (BC) projeta um déficit em conta corrente de US$ 25 bilhões para 2016. O novo prognóstico apresenta melhora em relação à primeira estimativa para o ano, feita em dezembro do ano passado, que apontava déficit de US$ 41 bilhões. Em 2015, o resultado foi deficitário em US$ 60 bilhões, recuando dos US$ 104 bilhões de 2014.

    Em audiência na terça-feira, na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE), o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, já havia indicado que o déficit do ano ficaria abaixo dos US$ 30 bilhões. O chamado ajuste externo é o que se processa com mais desenvoltura, captando tanto a debilidade da atividade econômica quanto a valorização do dólar ao longo do ano passado. O BC trabalha com outros dois ajustes, o monetário e o fiscal, esses de consecução mais duvidosa e dependentes de ações do governo.

    Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), o déficit nas contas externas deve encerrar o ano em 1,59%, ante 2,63% previstos anteriormente e 3,33% de 2015.

    Conforme também disse Tombini, o Investimento Direto no País (IDP) vai financiar esse déficit. O BC trabalha com um ingresso de IDP de US$ 60 bilhões para o ano. Em 2015, o país recebeu US$ 75 bilhões.

    Para o balanço comercial a autoridade monetária estima superávit de US$ 40 bilhões, em comparação com US$ 30 bilhões estimados em dezembro. Em 2015, o superávit foi de US$ 18 bilhões. As importações devem somar US$ 150 bilhões e as exportações US$ 190 bilhões.

    A remessa de lucros e dividendos deve somar US$ 18 bilhões em 2016, ante estimativa anterior de US$ 20 bilhões e saída de US$ 21 bilhões em 2015. O pagamento de juros deve consumir US$ 22 bilhões, contra US$ 21 bilhões estimados em dezembro.

    O balanço de serviços deve ser deficitário em US$ 30 bilhões, após saída de US$ 37 bilhões em 2015. Entre os componentes, a conta de viagens internacionais deve ser deficitária em US$ 6 bilhões, ante US$ 9 bilhões estimados previamente.
    http://www.valor.com.br/brasil/44952...-25-bi-em-2016

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •