Resultados 1 a 8 de 8
  1. #1

    Thumbs down Netrouting - Exemplo a ser evitado

    Boa tarde!

    Eu decidi escrever esse review dessa "empresa" Netrouting, pq estou indignado com o tratamento me dado.

    Eu tenho (ainda) 3 máquinas dedicadas lá, e uma delas tenho suporte "premium" que de "premium" é só o nome. +48 horas por baixo para qualquer resposta.
    Um desses servidores é recente, e ainda não consegui colocá-lo em modo de produção devido a uma falha de rede que deixa o servidor de 8 a 24 minutos offline de maneira totalmente anômala e randômica.

    No primeiro contato com o suporte eles alegaram que nada existiu que pode ter sido algo na minha conexão, nos demais contatos (sempre após uma nova queda) eles sempre culpavam algo: EU, o meu sistema, o serviço de monitoração remoto (Monitis) que contratei e até a conexão dos meus clientes, só esqueceram de culpar a si próprio.

    Até que em 20 dias de labuta com o suporte, eles ofereceram um serviço de monitoração por $25/mo, não aceitei. Mas instalaram uma aplicação chamada smokeping, e adivinha o que aconteceu?
    Logo na sequência esse serviço noticiou o problema, no primeiro instante eles culparam (para variar) um ataque DDoS, mas os problemas seguintes que foram notados, eles simplesmente ignoraram, me deixaram falando sozinho, no limbo. Hj completam 5 dias de ausência total de suporte e 30 dias de problemas.

    Netrouting é um exemplo ruim, de uma empresa de proveta que possivelmente tem apenas um funcionário nos USA (Savvas), que não cumpri o que vende literalmente e que a rede é ordinária. A questão não é ter suporte ruim, é ausência mesmo.

    Eu vou anexar apenas 3 screenshots do smokeping monitor que eles instalaram para não ficar caracterizado uma crítica sem procedência.

    netrouting_final_proof 2.jpgnetrouting_final_proof 3.jpgnetrouting_final_proof 1.jpg

    No mais, fujam "disso" aí.
    Última edição por lgbm; 14-09-2016 às 16:54.

  2. #2
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033
    Suporte grátis de provedor holandês + Miami não tem como dar certo.

  3. #3
    Web Hosting Master
    Data de Ingresso
    Aug 2011
    Localização
    /home
    Posts
    896
    Imaginava que em pleno 2016 eles já teriam equipe de suporte em Miami.
    Fui cliente em 2012, ao menos quando se tratava de conectividade e hardware não tinha reclamações.

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033
    Citação Postado originalmente por marcosv Ver Post
    Imaginava que em pleno 2016 eles já teriam equipe de suporte em Miami.
    Fui cliente em 2012, ao menos quando se tratava de conectividade e hardware não tinha reclamações.
    Infelizmente, não foi a minha experiência com eles.

    O que o OP descreve encontra-se na Internet em 2012 ou 2016


    11-22-2012, 11:55 AM
    neverknowhk (WHT-US)

    Anyone having problem with the netrouting.com?

    They don't seem to care about the customer. I have read their Facebook fan page, quite a few people opened a support ticket but no one reply. I have two tickets opened, no reply at all.
    http://www.webhostingtalk.com/showthread.php?t=1211702

    Cristian Weiser
    Very poor service. They just lost my account and data. No support for more than 20 days. Tried 3 times to online chat, they say they will solve the issue but never heard again from them. Dont trust this company.
    July 19, 2016 ·
    https://www.facebook.com/netrouting

  5. #5
    Nesse caso a latência é o cheiro do queijo que eles oferecem para pegar os incautos. Tive "sorte" um bom tempo, mas contar com a sorte em hosting NUNCA MAIS.

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033
    Citação Postado originalmente por lgbm Ver Post
    Nesse caso a latência é o cheiro do queijo que eles oferecem para pegar os incautos. Tive "sorte" um bom tempo, mas contar com a sorte em hosting NUNCA MAIS.
    De certa forma, tem que se dar um desconto para os provedores de Miami. Como o Cresci explicou certa vez, a maioria dos data centers lá não opera com pessoal técnico 24h on-site. Nessa você fica exposto à disponibilidade do técnico, do tempo que ele vai levar para conseguir chegar ao DC, geralmente em locais bem perigosos. No WHT-US, na seção de co-location, vez ou outra são narrados pesadelos de usuários com esse problema -- pior do que entrega de móveis. .

    Da narrativa do Cresci:

    Já em Miami:

    Serve o "datacenter" da Infolink (Serverpronto, Colopronto) como referência?
    1953 NW 22nd St, Miami FL - Google Maps

    Ou o Miami Data Vault, que parece um prédio de troca de óleo (cujo vizinho é um mega prédio abandonado e a vizinhança é o gueto/favela do local, com trafico de drogas na esquina e uns dois ou tres quarteiroes de distancia, tem casas temporarias em trailers. O "datacenter" é a construção pintada de azul no Street View. Não vi armas com os agentes de segurança):
    Miami Data Vault, Miami FL - Google Maps

    O prédio da DRL, que é onde ficam Equinix, Colohouse, Telx, Savvis:
    36 NE 2nd St, Miami, FL 33132, USA - Google Maps
    (é no centro da cidade, "perigoso" à noite pois é deserto, tem um clube de travecos na esquina onde volta e meia sai *****da e dá polícia. Sempre tem um carro sendo arrombado ali, e o datacenter não tem estacionamento próprio. O segurança não porta armas.)

    O da Terremark todo mundo conhece as fotos bonitinhas, mas tem o problema de ter um abrigo para "homeless" bem na frente. Com isso, a calçada dele e em volta fica cheia de mendigos e alguns pivetes. O estacionamento é externo (interno só para agentes do governo). A segurança é fortemente armada.

    ...

    a Coresite fica dois quarteirões a oeste do Infolink, na mesma rua.
    É esse aqui: 2115 Northwest 22nd Street, Miami, FL, United States - Google Maps

    Passa uma linha férrea sim, mas não passa trem nenhum e nem passará (garantido pela prefeitura, inclusive, pois foi uma das preocupações da Coresite ao comprar o prédio, se vc ver, o gerador fica do ladinho da linha do trem, apenas com uma grade igual à que dá pra rua protegendo. Se vc ver em volta verá que basicamente toda a 22nd St NW é composta de armazéns de comida (e a 23rd também). Esta é uma linha auxiliar de um ramal, o que passa ali é aqueles carrinhos bombeados à mão ou então marias-fumaça de pequeníssimo porte, em baixíssima velocidade, puxando comida. dos armazéns e indo alimentar o ramal real, que fica bem a oeste.
    http://www.webhostingtalk.com.br/for...o-da-Migracao/

  7. #7
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033

    off-topic - suporte 24x7x365

    Relendo posts antigos, achei interessante reproduzir esse "desabafo" do Cresci que injeta uma boa dose de realismo na expectativa de suporte 24h em Miami -- ou qualquer outro local do planeta.


    22-03-2013

    ...

    [Cresci] Onsite só na Terremark mas quem faz colocation lá raramente usa os Expen$iveHands deles.
    Boa parte do pessoal técnico mora a 15-30 min dos datacenters e fica on-call. Não têm demanda pra ter gente 24/7 ainda. Nenhum deles. Ainda mais com automação de IPMI, remote reboot...

    ...

    [Álvaro] Então vocês não recomendam usar data centers de Miami?

    [Cresci] Recomendar eu sempre recomendo, mas com o disclaimer de que você tem de manter sua redundância em dia e ter planos B e aprender a não ser tão apressadinho ou exigente. Não contar com o ovo ainda dentro do rabo da galinha, porque ela pode demorar a parir o mesmo...

    Afinal, quais são as raríssimas situações em que se precisa ter uma intervenção física em 15 minutos senão o mundo vai acabar? Isso é serviço premium. O resto pra mim (e para a maioria dos que dão realmente valor ao trabalho e a pagar US$ 12+/hora prum zé ruela ficar esperando chegar um chamado e ir trocar um disco fazendo só isso numa única noite) é frescura ou palhaçada.

    O resto pode ser completamente contornado (disco saiu de sincronia do RAID array/morreu, ok, espera próximo dia útil pra substituir e faz um backup imediato) com acesso remoto/reboot remoto. Servidor morreu, até a garantia ultra-hiper-mega-gold da Dell é de 24x7x4h e com shipping de peças para o dia seguinte, nem eles têm como fazer algo mais rápido que isso.

    Ter técnico 24x7 no datacenter depende unicamente de demanda e de lucratividade. Gastar quase US$ 10 mil/mês pra manter um cara lá o dia todo sem fazer nada é, como se dá pra pensar, desperdício de dinheiro, e nenhuma empresa pequena ou média vai fazer isso com o próprio dinheiro, em especial se o lucro por servidor for de apenas US$ 10/mês (tem alguns que tem só isso de lucro quando muito, com estes preços baixos do mercado). Precisaria de 1000 servidores vendidos só pra pagar o salário do sujeito. E só o custo de aquisição de um servidor desses não vai ser menos de US$ 500, logo, meio milhão de investimento em compra de hardware (fora switching e routing e banda) para não ter lucro nenhum...

    ...

    Em LAX só a QuadraNet tem gente 24x7 em equipes, etc...
    A WebNX até tem gente cobrindo quase tudo, mas por alta demanda e não por "planejamento".
    FDC agora em Miami | Web Hosting Talk Brasil

    Vale lembrar que muitos provedores americanos populares nos WHT-* utilizam servidores de segunda-mão, originalmente comprados/alugados por grandes corporações e substituidos em massa -- ocasionalmente "inundando" esse mercado de dedicados baratos com determinada marca/configuração. O problema, além do desgaste natural, é que alguns provedores "depenam" as máquinas para reduzir a despesa no caso de aquisição e entregam um equipamento com confiabilidade menor ainda do que você pensa estar contratando, por exemplo, substituindo memória original por marca bambu ou instalando HDs com zilhões de horas de uso. Evidentemente, existem empresas respeitáveis que fazem até o contrário, melhorando o servidor, mas fico imaginando o tempo para recuperar o investimento -- na Dacentec eu tive 6 (seis) HDs substituidos por HDs ZERO de melhor qualidade que os originais em 3 servidores que custavam US$ 25-30; na OVH foram 2 HDs ZERO de 2TB, também mais avançados, em mariolas de US$ 10. Dificil pensar que esses preços paguem as despesas da operação do próprio e ainda cubra a manutenção corretiva 24h *real* que ambas empresas praticam. Moral da estória: é jogo para cachorro grande. No momento em que você contrata um chihuahua, forçosamente a expectativa precisa ser reduzida porque os números não fecham, por mais esforço que faça o provedor. Fora isso, todo mundo é bom quando as coisas correm bem

    Quanto ao suporte "holandês", e não estou me referindo à Netrouting, a minha experiência me leva a acreditar que é algo cultural. Eu vejo um sentimento na Holanda (e nos paises escandinavos) de "eu não trabalho de graça" e de preservação da qualidade da vida pessoal, algo muito diferente do fundamento da Amazon de "deliciar o consumidor", de prestar um serviço, foco das empresas americanas. De fato, é um negócio bem simples de entender, na linha do "você está comprando um micro nas Casas Bahia e se você quiser instalar um software ou reparar alguma asneira, faça você mesmo ou contrate alguém. Se o micro apresentar algum problema de hardware, reparos são realizados por ordem de chegada durante horário comercial em dias úteis". Dessa forma, se o servidor apresenta um defeito no HD às 13:00 BR (18:00 na Holanda) em geral o reparo somente será iniciado no próximo dia útil mas -- e aí entra a parte graciosa da coisa -- poderá ser interrompido em qualquer momento porque encerrou o horário do expediente e o reparo/atendimento somente será reiniciado no próximo dia útil. Por essa razão, não é exatamente correto contar dias corridos nos prazos e tempo de espera. Maldosamente ... se o servidor quebrou na manhã de sexta, o suporte está atolado de serviços, e segunda-feira é feriado na cidade do data center, terça-feira com alguma sorte darão uma olhada no problema. Resolver é outra conversa. Perfeitamente dentro do prazo do SLA "digrátis". Você pensa em 5 dias de espera, o provedor pensa em "best effort" no horário comercial dele. Essa é estória de horror da LeaseWeb mas também de inúmeros provedores europeus (*).

    PS: Exceção notável é a Inglaterra (não UK, apenas Inglaterra) onde o suporte grátis é semelhante ao que estamos acostumados nos EUA.
    Última edição por 5ms; 15-09-2016 às 13:56.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,033

    off-topic - suporte 24x7x365 - Parte 2

    Aaron e o suporte 24h WSI/Nocix/Datashack

    ... At that point it we made a deal with Brooks and Todd to split the costs of payroll so we each didn't have to shoulder separate staff (Since at this point Wholesale was taking space in the new building as well). For the first 6 months I was with Joe, we also had a similar arrangement. Since Wholesale was moving in with DataShack the arrangement stuck. We were both able to support full 24/7 operations plus support staff (There are 41 employees) together where neither of us would have been able to apart.

    As I've explained multiple times, the front end is the same for the most part but the back end is completely different. If you walk into the DataCenter there are separate locations for datashack and wholesale servers. There are seperate banks, seperate merchant accounts, paypal accounts, our books show datashack being billed for payroll and bandwidth every month, etc....
    http://www.webhostingtalk.com/showth...54#post9660454

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •