Resultados 1 a 8 de 8

Tópico: .net us$ 5

  1. #1
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049

    .net us$ 5

    1o. ano, limitado a 1 dominio por cliente.




    Promoção válida até 13 de outubro.

    https://www.cloudns.net/domains/tld/net/

  2. #2
    Membro
    Data de Ingresso
    Dec 2014
    Posts
    28
    Os usuários já estão doutrinados a usar .com e no nosso caso .com.br, eu nunca usuaria um .net. É mais aconselhável mudar o nome, marca ou domínio para ter um .com do que usar .net. Quando o usuário lembra o domínio automaticamente completa com .com, por isso que .net e outros são baratos. Tem usuário que nem sabe que existe algo diferente de .com.
    http://www.rota53.com.br - Controle de Acesso, Bloqueio de Sites e auditoria de navegação na Internet<br>

  3. #3
    Membro
    Data de Ingresso
    Dec 2014
    Posts
    28
    Só use um .net ou outro se já tiver um .com. Caso contrário esqueça.
    http://www.rota53.com.br - Controle de Acesso, Bloqueio de Sites e auditoria de navegação na Internet<br>

  4. #4
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    Faz um certo tempo que .net custa mais do que .com

    Até então, o preço de registro geralmente era o mesmo para ambos, salvo alguma promoção.

    A confusão ocorre mais entre .com e .com.br

    Visitando um site, não é um problemão, mas o equivoco no endereço de e-mail complica.

  5. #5
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049

    Total Domains Reach 326.4 Million Worldwide (1o. trimestre de 2016)

    Como se pode notar, é muito mais fácil encontrar um .net disponivel do que o correspondente .com, ambos mundialmente bem aceitos.

    ...

    The .com and .net TLDs experienced aggregate growth in the first quarter of 2016, reaching a combined total of approximately 142.5 million .com and .net domain names in the domain name base. This represents a 7.1 percent increase year over year. As of March 31, 2016, the domain name base of .com equaled 126.6 million names, while .net equaled 15.9 million names.

    ...



    https://blog.verisign.com/domain-nam...arter-of-2016/

  6. #6
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    Citação Postado originalmente por pierre3L Ver Post
    Só use um .net ou outro se já tiver um .com. Caso contrário esqueça.
    Eu seria até mais radical. Dê preferência ao .com.br, .com, e .net (nessa ordem) e esqueça qualquer outra extensão.

    Entretanto, não condicionaria o nome de um negócio à disponibilidade de dominio. A Internet vai acabar antes.

  7. #7
    Membro
    Data de Ingresso
    Jan 2015
    Posts
    25
    Acho que com esse monte de domínios novos, no médio prazo o .com e .com.br tendem a deixar de ser sinônimo de sufixo de URL. Além disso, tem uma galeria nova que parece só falar em aplicativo (celular), mal digita um endereço.

  8. #8
    WHT-BR Top Member
    Data de Ingresso
    Dec 2010
    Posts
    15,049
    Citação Postado originalmente por Abadan Ver Post
    Acho que com esse monte de domínios novos, no médio prazo o .com e .com.br tendem a deixar de ser sinônimo de sufixo de URL. Além disso, tem uma galeria nova que parece só falar em aplicativo (celular), mal digita um endereço.
    Eu acho que é mais como o pierre3L disse: você fala o nome de dominio e o sujeito mentalmente pendura um .com.br não importa a extensão.

    Mas o lance do endereço tem uma estorinha ... na Coréia do Sul ninguém sabe ou anota endereço de site. Cada vez que deseja acessar, faz uma busca na Web (no site local de pesquisa). A primeira ação do Google com o Android foi tirar os buscadores locais da jogada, que no caso da Coréia tinham 99,99999999% do mercado nacional e entraram com processos violentos contra o Google (na época postei aqui no WHT-BR). A segunda ação foi deixar de exibir a barra de endereços do Chrome e do Firefox por default e usar essa barra também (ou principalmente?) para pesquisas. O tiro saiu pela culatra com os aplicativos de celular e o Facebook restabelecendo a figura do portal (explorada no passado pelos provedores de acesso discado), posição que o Google pretendia constituir (o tal funil invertido) através das buscas e muitas outras malandragens.

    O fato é (constatado trocentas vezes em pesquisas) que o internauta acessa rotineiramente sempre a mesma dúzia de 6 sites e fim. Não existe exploração da diversidade da Internet, de forma que é "fácil" substituir navegação por apps especificos, compilados e com melhor acesso aos recursos computacionais e sensoriais do equipamento. O activeX era essa tentativa de se liberar do browser.
    Última edição por 5ms; 13-10-2016 às 00:28.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •