São Paulo - Um grupo hacker identificado como Team Poison disparou um ataque, na noite de hoje, contra serviços da RIM, empresa responsável pelo BlackBerry.

Os smartphones da RIM - particularmente o sistema gratuito de mensagens instantâneas dos smartphones BlackBerry - estão sendo acusados pela polícia inglesa de serem a principal ferramenta de organização de protestos e vandalismo em Londres.

egundo a polícia, os jovens manifestantes da capital inglesa usam o sistema da RIM para trocar mensagens rápidas e combinar ataques surpresa contra ônibus, prédios públicos e estações de metrô.

Autoridades do parlamento inglês chegaram a propor o bloqueio dos serviços da RIM em Londres por tempo indeterminado, até que arrefeçam os ânimos dos jovens manifestantes. A polícia local também está pressionando a RIM a colaborar com a repressão, informando à polícia sobre a localização de seus usuários na capital, disponível por meio de aplicações de geolocalização.

Saber onde se concentram os usuários de BlackBerry poderia ajudar a polícia a prender suspeitos e desarticular manifestações. Embora a RIM não tenha manifestado a intenção de colaborar com a polícia, o blog oficial da empresa já sofreu um ataque de advertência.

O grupo hacker publicou uma declaração no blog da BlackBerry dizendo: “Vocês não vão ajudar a polícia britânica. Se fizerem isso, pessoas inocentes que estavam no lugar errado, na hora errada, e que possuem BlackBerry, serão acusadas sem motivo.”

fonte: Hackers atacam servios BlackBerry - Segurana - Not