Chamadas telefônicas - para qualquer operadora em qualquer localidade do país - passam a ser ilimitadas. O benefício vale para fixo e móvel, usando o o código 21 para falar na longa distância.

Bruno Rosa
23/04/2017

A Claro vai eliminar a cobrança de voz em seus planos pós-pago. A partir de agora, a operadora, controlada pela mexicana América Móvil, vai diferenciar os pacotes apenas pelo volume de dados para conectar na internet. As chamadas telefônicas - para qualquer operadora em qualquer localidade do país - passam a ser ilimitadas. A mudança vem acompanhada do novo mote publicitário da tele, "Tô dentro".

Márcio Carvalho, diretor de marketing da Claro, lembrou que os novos planos de pós-pagos começam com um volume de 5GB de dados por mês e preço a partir de R$ 120. Os novos planos têm versões com até 25GB por mês. Em todos esses casos, disse Carvalho, ligações para qualquer operadora e parte do Brasil são ilimitados. O benefício vale para fixo e móvel, usando o o código 21 para falar na longa distância.

- É uma mudança radicial. É um marco. As ligações são ilimitadas. O cliente só vai escolher o quanto quer de internet. Pacotes abaixo de 5GB de internet por mês estarão dentro da família controle (uma mistura de pré-pago e pós-pago) - destacou Carvalho.

A Claro tem 12,5 milhões de clientes pós-pagos. Para a mudança, a empresa está investindo em um novo conceito de marca. O objetivo, lembrou Carvalho, é mostrar que hoje o smartphone está cada vez importante na mão do consumidor, reunindo todos os serviços.

- Estamos mudando a forma de apresentar o valor das nossas soluções. Nossa nova campanha se soma aos investimentos que estamos fazendo em cobertura e tecnologia e também às novas ofertas para transformar o mercado brasileiro - disse Carvalho.

http://oglobo.globo.com/economia/cla...-pago-21245119