São Paulo - Um malware para Windows obteve mais de 45 mil nomes de usuários e senhas usados para entrar no Facebook, segundo a empresa de pesquisas Seculert.

Os computadores mais afetados pelo malware seriam aqueles usados por usuários na França e Reino Unido. O software malicioso chamado Ramnit infecta arquivos EXE, DLL e HTML, segundo a empresa de segurança McAfee.

Apesar dos recentes roubos de dados, a ameaça Ramnit foi descoberta em abril de 2010. A Microsoft Malware Protection Center (MMPC), divisão de pesquisas de segurança da Microsoft, afirmou na época que o malware também roubava dados de credenciais FTP e dados dos cookies dos navegadores.

A Seculert obteve os dados roubados pelo arquivo malicioso e enviou os nomes de usuários e senhas ao Facebook. A empresa de pesquisas acredita que as pessoas por trás dos ataques estão usando as contas no Facebook para publicar atualizações com link com outros arquivos maliciosos e, com isso, infectar o computador dos amigos.

Além do Facebook, a Seculert afirma que os crackers usam a mesma senha e nome de usuário para entrar em outras contas, como e-mail e servidores, uma vez que é comum usar a mesma senha em outros serviços.

fonte: Malware rouba mais de 45 mil senhas do Facebook - Segurana - Not